Campo Grande - MS, quinta, 16 de agosto de 2018

PAULISTÃO

Palmeiras visita Ponte sem ligar para o primeiro lugar

17 ABR 2011Por gazeta press00h:01

O Palmeiras atingiu seu objetivo na primeira fase do Campeonato Paulista: está garantido entre os dois primeiros colocados. Como não tem casa, a vantagem de ser mandante nem é considerada no clube. Por isso, mesmo com a possibilidade de deixar a liderança, o time pode estar cheio de reservas às 16h (de Brasília) deste domingo, contra a Ponte Preta, no Moisés Lucarelli.

O Verdão pode deixar de ocupar o topo da tabela caso não vença e o São Paulo supere o Oeste, em Mogi Mirim, mas Luiz Felipe Scolari está mais preocupado com a sequência da temporada. Com um elenco enxuto, ele já confirmou que poupará Márcio Araújo, que esteve em todas as 22 partidas do clube em 2011.

O técnico também não contará com Lincoln, ainda com dores musculares, e Gabriel Silva, suspenso. E é possível que coloque no banco titulares desgastados como Marcos Assunção, Valdivia e Kleber e um dos zagueiros (Danilo ou Thiago Heleno). A tranquilidade em relação ao confronto é tanta que, embora exista a chance de a Ponte Preta ser a adversária do Palmeiras nas quartas de final, o duelo nem é considerado uma prévia.

Os atletas, entretanto, querem entrar em campo.

- Estou me sentindo bem. Se o Felipão quiser contar comigo, vou jogar. Acho que é muito importante essa primeira colocação para o Palmeiras -, avisou Kleber, que também será importante para o jogo de quinta-feira, contra o Santo André, para busca a vaga nas quartas de final da Copa do Brasil.

Do outro lado, a Macaca também não dá tanto valor ao confronto, que para elea só servirá para definir em qual posição passará para as quartas de final. Como os quatro grandes já estão assegurados nas quatro primeiras colocações da tabela, o time campineiro nem cogita escolher qual deles enfrentar.

O técnico Gilson Kleina cogita até fazer uma experiência escalando três zagueiros. Mas, como os palmeirenses, os jogadores da Ponte Preta tentam valorizar o último compromisso antes do mata-mata.

- A gente tem que se concentrar nesse jogo contra o Palmeiras. Depois a gente contra quem vai pegar -, disse o lateral Uendel.

Leia Também