Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

ESPORTES

Palmeiras tenta espantar crise em clássico

Palmeiras tenta espantar crise em clássico
21/02/2010 07:44 -


A solução encontrada pela diretoria do Palmeiras para apagar o ‘incêndio’ no clube foi demitir Muricy Ramalho e contratar Antônio Carlos. Porém, a crise só diminuirá em caso de vitória no clássico contra o tranquilo São Paulo, que, apesar de pensar no rival, já vive o clima da Copa Libertadores da América. Na tarde de hoje, às 16h (MS), o Verdão conhecerá a influência da troca de comando no desempenho dos atletas. Porém, uma eventual derrota no Palestra Itália certamente aumentará ainda mais o tumulto nos bastidores. Alheio à crise alviverde, o Tricolor luta pela vitória para tentar chegar à zona de classificação do Campeonato Paulista e aumentar a boa fase contra o rival. A última derrota para o Verdão aconteceu na semifinal do Estadual de 2008. De lá para cá, os rivais se enfrentaram cinco vezes, com três empates e dois triunfos são-paulinos. A partir da chegada de Antônio Carlos, o Palmeiras espera, pelo menos, recuperar o eficiente futebol apresentado durante grande parte do Campeonato Brasileiro do ano passado, quando liderou a competição por 19 rodadas. Contudo, o treinador vai entrar em uma verdadeira fogueira no clássico do Palestra Itália. Ele assumiu o time no treino de sexta-feira à tarde, portanto quase não pôde fazer modificações na equipe. A tendência é que Antônio Carlos aposte inicialmente na base formada por Muricy Ramalho no começo do ano. Fica a expectativa, porém, se o novo treinador é favorável a improvisações – a presença de Wendel na lateral esquerda e Diego Souza no ataque – como o antigo comandante. O São Paulo deve contar com um antigo carrasco do rival: Cicinho. Cada vez mais readaptado nesta volta ao Tricolor, o atleta reencontrará o clube que castigou nas oitavas de final da Copa Libertadores de 2005, quando marcou gol nos dois jogos. O técnico Ricardo Gomes manifesta a intenção de escalar o que tem de melhor, mas admite que depende do desgaste de cada um, já que terá importante duelo pela Libertadores na quinta-feira, diante do Once Caldas, na Colômbia. Dois titulares que estão fora são o atacante Dagoberto, ainda entregue ao departamento médico, e o volante Richarlyson, que recebeu o terceiro cartão amarelo.

Felpuda


Dois pedidos de desculpas, de autorias diferentes, foram assuntos muito comentados nas redes sociais com críticas ácidas às suas declarações, até porque os envolvidos não só os usaram despropositadamente, como tiveram de voltar a eles para se redimirem. Um deles, inclusive, quase criou uma crise política da-que-las, o que obrigou seu pai, figurinha carimbada, a pular miúdo para colocar panos quentes sobre a questão. Essa gente!...