Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

CAMPEONATO PAULISTA

Palmeiras leva 3 do Botafogo e perde invencibilidade

Palmeiras leva 3 do Botafogo e perde invencibilidade
23/02/2014 19:37 - terra


Pela primeira vez no Campeonato Paulista de 2014, o Palmeiras descobriu o que é perder. Sem seis titulares, a equipe alviverde foi derrotada pelo Botafogo-SP por 3 a 1 neste domingo, atuando no interior. Para o time de Ribeirão Preto, fica a façanha de ter vencido todos os jogos que disputou em casa.

O resultado, entretanto, não preocupa o Palmeiras em termos de classificação. A equipe alviverde segue com 23 pontos e lidera tranquilamente o Grupo D. Já o Botafogo-SP retoma a ponta da chave B, que conta com o Corinthians.

O time de Ribeirão Preto volta a campo no sábado de Carnaval, novamente em casa, em duelo contra o Penapolense, líder do Grupo A, às 18h30. O Palmeiras, por sua vez, recebe o São Bernardo na quarta-feira, às 19h30, no Pacaembu.

O técnico Gilson Kleina teve uma série de desfalques para montar sua equipe. O Palmeiras não contou com Alan Kardec, Diogo, Leandro, Wesley, Juninho e Wellington, e o modificado time não foi capaz de manter o mesmo nível de atuações do grupo dono da melhor campanha do Estadual.

O Botafogo abriu o placar aos 20min do primeiro tempo, com Mike, que completou cruzamento de Giovanni. Dois minutos depois, a equipe visitante conseguiu um pênalti a favor em lance bastante discutível: após chute de Valdivia, a bola bateu no braço de Henrique, e a arbitragem interpretou como penalidade. O próprio chileno foi para a cobrança e empatou.

O time da casa, entretanto, não diminuiu de ritmo e voltou a ficar em vantagem aos 33min. William Matheus perdeu a bola no campo de defesa e viu Camilo avançar para vencer Fernando Prass com um chute da entrada da área. O lateral esquerdo do Palmeiras voltou a complicar três minutos depois, em mais um lance polêmico. A bola bateu no braço do jogador e o juiz deu pênalti, que foi convertido por Marcelo Macedo.

No segundo tempo, Kleina tentou mudar o panorama mandando ao jogo Bruno César e Vinícius, que entraram no lugar de Marquinhos Gabriel e Miguel Bianconi. O que ocorreu, entretanto, foi um Botafogo bem mais incisivo e perigoso. A situação palmeirense ficou ainda pior aos 29min, quando Bruno César se estranhou com a arbitragem e foi expulso.

Felpuda


Outrora afinadíssimo com o presidente Jair Bolsonaro, parlamentar sul-mato-grossense começou a ser escanteado em consequência de uma das crises políticas de grande repercussão. A figura entrou em campo e botou falação sobre o que estava ocorrendo, e isso soou que só como crítica pesada ao governo, que, como não poderia deixar de ser, não gostou nadica de nada. Há quem diga que o dito-cujo é muito levado “pelo sangue”. Então, tá!...