Campo Grande - MS, quarta, 22 de agosto de 2018

RECUPERAÇÃO

Palmeiras joga pela honra e derruba invencibilidade

11 MAI 2011Por TERRA23h:27

Não foi nem próximo do que o Palmeiras precisava, mas ao menos mostrou a honra da equipe de Luiz Felipe Scolari. Vítimas de impiedosos 6 a 0 na visita ao Couto Pereira há uma semana, os palmeirenses se recuperaram e fizeram 2 a 0 diante do Coritiba, com gols de Emerson (contra) e Marcos Assunção (cobrando falta). Pouco mais de 6 mil torcedores foram ao Pacaembu na noite desta quarta-feira e apoiram a equipe alviverde, não acompanhada por suas facções organizadas, que não entraram em sinal de protesto.

O jogo desta quarta representou ainda a primeira derrota do Coritiba em 2011 após 29 jogos disputados - eram, inclusive, 24 triunfos consecutivos. Ainda assim, o forte time de Marcelo Oliveira retorna às semifinais da Copa do Brasil após apenas uma temporada de ausência. Atrás do primeiro título na competição, o atual bicampeão paranaense pega o Ceará por um lugar na final.

A torcida palmeirense que foi ao Pacaembu contrariou a perspectiva de que o duelo com o Coritiba pudesse ter um público de apenas três dígitos - até a manhã desta quarta, eram só 500 ingressos vendidos. No fim das contas, apesar da ausência das facções organizadas, pouco mais de 6 mil torcedores acompanharam a partida praticamente sem protestar.

A vingança palmeirense

Ciente da dificuldade em fazer sete gols no único time invicto da elite brasileira em 2011, o Palmeiras entrou em campo atrás de ao menos uma vitória simples. Luiz Felipe Scolari, talvez se precavendo da possibilidade de perder novamente para o Coritiba, escalou três volantes e não usou nenhuma estratégia suicida, mas seu time jogou na frente atrás de gols.

Contestados pela torcida, Luan (por opção técnica) e Rivaldo (suspenso) não iniciaram entre os titulares, com João Vítor preenchendo a lateral direita e Gabriel Silva como novidade na esquerda. Chico também pintou no meio-campo e Wellington Paulista, pela primeira vez, atuou desde o início no Palmeiras.

Marcelo Oliveira, além de não contar novamente com Marcos Aurélio e Eltinho, teve três desfalques em relação ao time que fez 6 a 0 em Curitiba. O zagueiro Pereira, machucado, e o volante Léo Gago e o meia Rafinha, suspensos, não jogaram. Demerson, William e Éverton Ribeiro foram os substitutos.

Em 45 minutos, o Palmeiras jogou em cima do Coritiba, mas teve poucas chances nítidas de gol. A melhor delas, aos 35min, em finalização de Danilo após escanteio - Jonas, em cima da linha, afastou. Já a equipe visitante teve uma oportunidade. No início da patida, Bill foi lançado em velocidade e foi parado por Marcos em ocasião perigosa para os palmeirenses.

Para a etapa seguinte, Wellington Paulista foi sacado após sentir o ombro em jogada pelo alto. Com Adriano em campo, o Palmeiras acharia seu gol após menos de 1 minuto. Gabriel Silva cruzou rasteiro pela esquerda e o zagueiro Emerson colocou contra as próprias redes.

Apesar da grande desvantagem no placar agregado, o Palmeiras ganhou moral com o gol e também com a expulsão de Bill, aos 17min. Com cartão amarelo, ele levantou o pé em excesso e recebeu o vermelho. Dessa forma, o centrovante é desfalque para o treinador Marcelo Oliveira no compromisso pela semifinal.

Com um a mais em campo, o time da casa se soltou e conseguiu o segundo logo em seguida. De longe, Marcos Assunção cobrou falta com extrema precisão e dobrou a vantagem palmeirense.

Felipão até fez duas trocas, sacando João Vítor e Lincoln para as entradas de Patrik e Tinga, respectivamente, mas o Palmeiras não chegou nem perto do placar que necessitava para seguir vivo na Copa do Brasil. Da entrada da área, totalmente livre, Tinga isolou após escanteio a melhor chance criada nos instantes finais.

Palmeiras 2 x 0 Coritiba

Gols
Palmeiras: Emerson (contra) a 1min, Marcos Assunção aos 20min do 2º tempo

Palmeiras
Marcos; João Vítor (Patrik), Danilo, Thiago Heleno e Gabriel Silva; Marcos Assunção; Márcio Araújo e Chico; Lincoln (Tinga); Kléber e Wellington Paulista (Adriano)
Treinador: Luiz Felipe Scolari

Coritiba
Edson Bastos; Jonas, Emerson, Demerson e Lucas Mendes; William e Leandro Donizete; Éverton Ribeiro (Marcos Paulo) e Davi (Leonardo); Anderson Aquino (Maranhão) e Bill
Treinador: Marcelo Oliveira

Cartões amarelos
Palmeiras: Kléber
Coritiba: Lucas Mendes, Bill, Marcos Paulo

Cartão vermelho
Coritiba: Bill

Árbitro
Nielson Nogueira Dias (PE)

Local
Estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP)

Público e renda
6541 torcedores / R$ 219.374,00  

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também