sexta, 20 de julho de 2018

PRIMEIRA DECISÃO

Palmeiras e Goiás abrem a semifinal da Sul-Americana

17 NOV 2010Por Goiânia (GO) 02h:00

Em repetição à fase anterior da Copa Sul-Americana-2010, o Palmeiras carrega nas semifinais o favoritismo no confronto contra o Goiás, um clube com chances remotas de continuar na Série A do Brasileirão. Mas o jogo de ida, hoje, às 20h50min (MS), apresenta particularidade: o time paulista acumula seis apresentações seguidas sem vitória no estádio Serra Dourada.

O Palmeiras não vence no principal palco do futebol goiano desde 2006. Neste período, contabiliza um empate e cinco derrotas – foram quatro encontros contra o Goiás e outros dois diante do Atlético-GO, inclusive a eliminação da Copa do Brasil-2010 perante o Dragão.
Para enfrentar a “maldição” do Serra Dourada, o Palmeiras promete carregar na semifinal o mesmo espírito do confronto contra os reservas do Atlético-MG. E o técnico Luiz Felipe Scolari exige uma postura ofensiva na casa do rival. “O empate por 0 a 0 não é um resultado que serve. À medida que seu time faz um ou dois gols, a possibilidade de classificar em casa aumenta mesmo sofrendo os mesmos dois gols. Temos de sair para o jogo se quisermos algo em casa”, analisou o pentacampeão mundial.

Na busca de um resultado positivo, o Palmeiras não terá em campo seu principal armador. Vítima de uma lesão na coxa esquerda (e não apenas uma fibrose), Valdívia corre o risco de ficar fora até o fim da temporada. Também estão vetados o goleiro Marcos e o volante Rivaldo.

No Goiás, a Copa Sul-Americana é vista como a chance de apagar o provável rebaixamento para a Série B do Campeonato Brasileiro. Na escalação, o técnico Arthur Neto tem a possibilidade escalar o zagueiro Rafael Toloi na defesa. Portanto, Valmir Lucas deve ir para o banco de reservas. No ataque, o experiente Felipe agradou e pode ficar com a vaga do veloz Jones.

Leia Também