Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, sexta, 16 de novembro de 2018

APARECIDA DO TABOADO

Palhaço é preso acusado de estelionato e falsidade ideológica

13 JUL 2012Por Jornal do Bolsão17h:00

Emerson José Boldi foi preso ontem (12) acusado de estelionato e falsidade ideológica. Ele se apresentou em Aparecida do Taboado no mês passado durante a 10ª edição do Leilão Direito de Viver como o Palhaço Pirulito, integrante do grupo Doutores da Alegria e representante do Hospital de Câncer de Barretos.

Conforme o registro policial, ele enganou uma representante do Rotary Club local e chegou ir a Brasília onde se identificou como rotariano, tendo protocolado ofícios nos gabinetes dos deputados federais solicitando a designação de médicos oftalmologista para o município, usando fraudulentamente o nome do Rotary Club de Aparecida do Taboado.

Emerson também ludibriou um comerciante da cidade que, sensibilizado com o ‘trabalho prestado pelo palhaço [falso]’ , pagou a diária de um hotel, no valor de R$ 120,00.

A farsa foi descoberta por um integrante do Rotary Club que pesquisou informações sobre Emerson, constatou a farsa  e o denunciou à Polícia. 

A Polícia apurou que Emerson registra antecedentes criminais no Mato Grosso. 

O Grupo Doutores da Alegria, que se apresenta em hospitais pelo País, informou que Emerson José Boldi não faz parte do grupo e representantes do Rotary Club de Barretos (SP) informaram, por telefone, que ele também não é rotariano.
 

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também