Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, quarta, 12 de dezembro de 2018

SEBRAE

Palestra mostra como negociar com grandes empresas

25 MAR 2011Por da redação03h:10

Para orientar as micro e pequenas empresas que pretendem oferecer seus produtos e serviços a empreendimentos de grande porte, o Sebrae realiza uma palestra no dia 25 de março em Campo Grande com as dicas que envolvem essa negociação. Todo esse processo exige abordagens específicas para cada momento de diálogo com o comprador, que vai desde a primeira ligação, passando pelas visitas, até o pós-vendas.

A palestra apresenta o cenário do mercado de vendas e os principais motivos da insatisfação dos clientes. Outro ponto a ser explorado será os critérios que uma empresa precisa ter para conseguir fechar o contrato, como por exemplo, a certificação. “Esse documento é fundamental para a credibilidade e reputação da empresa,” salienta o consultor de marcado, do Sebrae, Eriberto Moreira, que vai ministrar a palestra.

Especialista em gestão de negócios, Eriberto relata que muitos empresários de micro e pequenas empresas ainda sentem insegurança ao apresentar seus produtos. “Quando o empresário não tem confiança em sua própria equipe, desenvolve a chamada ‘Síndrome do Pequeno’, ou seja, tem medo de negociar com empresas grandes porque se vê inferior diante das outras concorrentes,” analisa.

Longe de sofrer desse mal, a Lav Star, uma lavanderia industrial, tentou durante alguns anos a prestação de serviço para grandes empresas. “Foi difícil, cinco anos de namoro até conseguir fechar o negócio,” afirma a diretora administrativa Marilse Rotta. Apesar da forte concorrência, hoje a empresa atende além de Mato Grosso do Sul, os estados de Goiás, Minas Gerais e São Paulo.

As inscrições podem ser feitas pelo site www.ms.sebrae.com.br ou na sede do Sebrae/MS, que fica na Avenida Mato Grosso, 1661, onde será realizada a palestra, das 19h às 21h. Mais informações: 0800 570 0800.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também