Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

ARGENTINA

País volta atrás e mantém imposto mais alto para gasto no exterior

País volta atrás e mantém imposto mais alto para gasto no exterior
26/01/2014 23:00 - FOLHA PRESS


O governo argentino voltou atrás novamente em relação à taxação na compra de dólares para turismo e transações financeiras no exterior.

Segundo o ministro da Fazenda, Axel Kicillof, será mantida, por enquanto, a cobrança de 35% de imposto sobre essas operações. Na sexta-feira, o governo tinha anunciado que a alíquota cairia para 20% a partir de hoje.

A redução de tarifa ocorrerá apenas para compras de dólares como investimento, segundo Kicillof em entrevista ao jornal argentino "Página 12".

A decisão do governo de reavaliar algumas medidas de controle cambiário anunciadas na última semana ocorreu após forte desvalorização da moeda do país.

Na última quinta-feira, o peso sofreu sua maior depreciação desde 2002, quando o país enfrentava severa crise financeira e política.
 

Felpuda


Outrora afinadíssimo com o presidente Jair Bolsonaro, parlamentar sul-mato-grossense começou a ser escanteado em consequência de uma das crises políticas de grande repercussão. A figura entrou em campo e botou falação sobre o que estava ocorrendo, e isso soou que só como crítica pesada ao governo, que, como não poderia deixar de ser, não gostou nadica de nada. Há quem diga que o dito-cujo é muito levado “pelo sangue”. Então, tá!...