Campo Grande - MS, segunda, 20 de agosto de 2018

Violência

Pai que jogou filha de ponte por guarda recebe prisão perpétua

12 ABR 2011Por R704h:00

A Justiça da Austrália sentenciou à prisão perpétua o pai de uma menina de quatro anos que morreu ao ser jogada de uma ponte de 58 metros de altura em Melbourne.

Arthur Freeman, que havia sido condenado no fim do mês passado, terá de passar pelo menos 32 anos preso.

A defesa do pai alegou que ele não estava no controle de suas faculdades mentais quando cometeu o crime, em janeiro de 2009.

Em meio a uma acirrada disputa conjugal, Freeman havia sido informado de que teria de passar menos tempo com os filhos.

Em plena hora do rush - às 9h da manhã do dia 29 de janeiro de 2009 - ele parou seu carro no meio da ponte West Gate, deixou o pisca-alerta ligado e jogou a filha, Darcey Freeman no rio Yarra.

Darcey morreu de ferimentos internos graves e em virtude de afogamento. A equipe de resgate tentou ressuscitar a menina por 45 minutos, mas ela morreu no hospital.

Os irmãos estavam no carro e presenciaram a queda da menina. O juiz Paul Coghlan proferiu a sentença.

- É impossível imaginar quais devem ter sido os últimos pensamentos de Darcey e a sua morte deve ter sido dolorosa e prolongada. A única conclusão é que você usou a sua filha em uma tentativa de magoar a sua ex-mulher da maneira mais profunda possível.

Leia Também