Terça, 20 de Fevereiro de 2018

CHUVA

Pai e bebê resgatados de soterramento no RJ têm alta

13 JAN 2011Por G111h:06

O pai e o bebê de 6 meses resgatados em Nova Friburgo, na Região Serrana do Rio, na noite de quarta-feira (12), foram liberados da maternidade da cidade na manhã desta quinta-feira (13). Os dois passaram a noite em observação e, segundo a médica que os atendeu, passam bem. Ainda não há informações sobre o paradeiro dos dois.

Os bombeiros que trabalharam no resgate ficaram bastante emocionados e vibraram bastante quando conseguiram retirar o bebê, um menino, sem arranhões. O pequeno Nicolas estava vestido com apenas uma blusa e não chorou em nenhum momento.

"Agradeço a Deus. Isso é um milagre", disse, bastante emocionado, Ademilson Guimarães, avô do bebê, que foi encaminhado por pediatras para o Hospital Raul Sertã.

Cerca de 30 minutos depois, os bombeiros conseguiram resgatar também com vida o pai de Nicolas, Wellington da Silva Guimarães, de 25 anos, que passa bem. Segundo os bombeiros, ele ficou cerca de 15 horas soterrado, abraçado ao filho.

Os dois estavam na casa da sogra de Wellington, que segue desaparecida, assim como a mulher dele, mãe do bebê. O trabalho de resgate durou quase quatro horas, segundo os bombeiros.

Número de mortos na Região Serrana passa de 350

As chuvas na Região Serrana do Rio deixaram 356 mortos desde terça-feira (11). Em Nova Friburgo, o número de vítimas já chega a 168. Segundo a prefeitura da cidade, 13 corpos foram encontrados na manhã desta quinta-feira (13). Em Petrópolis, os corpos de mais duas vítimas foram retirados dos escombros. Mais corpos também foram encontrados em Teresópolis.

Um dos corpos encontrados nesta manhã é o do bombeiro Vitor Lembo, que estava trabalhando no Centro da cidade, na quarta-feira (12), quando foi soterrado com mais dois colegas. Seu corpo só foi retirado dos escombros nesta manhã, sob lágrimas e aplausos. Além da família, colegas de trabalho, como o coronel Suarez, diretor-geral de saúde do Corpo de Bombeiros, e um outro agente vítima do mesmo desabamento, mas resgatado com vida, choravam.

Leia Também