sexta, 20 de julho de 2018

POLÊMICA

Pai de Michael Jackson admite que batia no filho: 'Eu não lamento'

9 NOV 2010Por EGO/ GLOBO.COM08h:34

Pai do cantor Michael Jackson, Joe Jackson admitiu pela primeira vez em público que agredia seus filhos, durante uma entrevista para a apresentadora Oprah Winfrey. 

"Eu não lamento", disse Joe, ao falar sobre as agressões.  "Mantiveram meus filhos fora da cadeia, no caminho certo", justificou.    

Joe também negou que o filho popstar sentisse medo dele. "Não acho que ele tinha medo de mim. Acho que ele sentia medo de fazer algo errado, e eu brigar com ele, mas não de apanhar de mim", explicou. "Nunca o espanquei como a mídia gosta de dizer", defendeu-se. 

Joe Jackson começou a entrevista evitando falar sobre as agressões, mas sendo forçado a reconhecer quando sua mulher, Katherine soltou: 

"Você tem de admitir também, que é esta é forma que os negros tratam seus filhos. Ele usava uma correia", disse ela. Foi quando então Joe retrucou: "Katherine é muito frouxa com as pessoas. Como Michael era". 

Em outro momento da entrevista,  Katherine disse acreditar que o filho era viciado em cirurgia plástica. "Ele dizia: 'Eu sou tão feio. Não quero sair'," revelou. Eu dizia: 'Não é não". Para uma mãe, seus filhos são sempre bonitos.

A mãe do astro lembrou que um dia ele decidiu operar o nariz: 'É muito grande', disse. "Ele estava tão infeliz. Acreditava que era muito feio", disse. 

Leia Também