Campo Grande - MS, sábado, 18 de agosto de 2018

Pai de Eliza Samudio insiste em brigar pela guarda do neto

6 JUN 2011Por o dia online07h:30

Mesmo foragido da Justiça, com prisão provisória decretada no dia 12 de maio por abuso sexual, o pai da modelo Eliza Samudio, Luiz Carlos Samudio, insiste em brigar pela guarda do neto, Bruninho, atualmente com 1 ano e 3 meses. Tramita na Vara da Família de Foz do Iguaçu, Paraná, cidade onde Luiz Carlos tem casa, um processo de guarda definitiva do menino. Bruninho é filho de Eliza Samúdio, morta quando tentava provar que a criança é fruto de romance com o ex-goleiro do Flamengo Bruno, que é suspeito de envolvimento na morte.

A tramitação do processo de guarda de Bruninho depende do julgamento dos recursos de acusação contra Luiz Carlos. O pai da modelo foi condenado, em 2005, a oito anos de prisão acusado de abusar sexualmente de outra filha, M.S., quando esta tinha 10 anos, em 2003.

VÍDEO O INOCENTA

O advogado de Luiz Carlos Samudio, Sérgio Barros da Silva, aguarda o julgamento de habeas-corpus impetrado no Superior Tribunal de Justiça (STJ). Ele apresentou recurso especial com declaração por escrito e gravada em vídeo onde a filha supostamente violentada inocenta o pai.

De acordo com o advogado, o pai da modelo não está foragido. Luiz Carlos, segundo ele, encontra-se na Argentina, onde trabalha em uma obra. O advogado acrescenta que Luiz Carlos chegou naquele país antes mesmo da prisão provisória por abuso sexual ter sido decretada.

Luiz Carlos chegou a ficar 15 dias com a guarda de Bruninho, entre os meses de junho e julho de 2010, logo após o desaparecimento da modelo. Mas perdeu a guarda da criança para a ex-mulher, Sônia de Fátima Moura, no dia 9 de julho de 2010. Desde então, Bruninho vive com a avó materna, em Campo Grande, Mato Grosso do Sul.

Leia Também