Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

Padrasto que enfiou agulhas em menino é condenado na Bahia - Terra Brasil

Padrasto que enfiou agulhas em menino é condenado na Bahia - Terra Brasil
14/03/2014 09:22 - terra


O homem que enfiou 31 agulhas no corpo do enteado Márcio Santos, quando o menino tinha 2 anos, foi condenado a 12 anos e seis meses de prisão por tentativa de homicídio triplamente qualificado. O caso ocorreu em Ibotirama, no extremo oeste baiano, em 2009.

O julgamento de Roberto Carlos Magalhães terminou por volta das 23h de quinta-feira no Fórum da cidade. Na época do crime, ele chegou a dizer que inseriu as agulhas para atingir a mãe do menino, de quem era divorciado.

De acordo com a assessoria de imprensa do Tribunal de Justiça da Bahia, a condenação triplamente qualificada se deve por ser motivo torpe, meio cruel e por ter impossibilitado a defesa da vítima. O padrasto respondeu a todo processo preso há quatro anos e dois meses e teve o pedido de recorrer em liberdade negado pelo juiz Pedro Henrique Izidro. Ele irá seguir cumprindo a pena em regime fechado. 

Felpuda


O desgaste de antigas lideranças nacionais, com reflexo em nível local, é a maior preocupação dos dirigentes de partidos para as eleições deste ano, que terá reflexo em 2022. Em épocas passadas, essas figurinhas cruzavam os céus do País para visitarem os municípios e pedirem que a população votasse em seus ungidos. Agora, com pendências judiciais e poder enfraquecido, dificilmente seriam convidadas. A pandemia, que resultou no isolamento social, foi a pá de cal.