Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, segunda, 12 de novembro de 2018

CONSUMIDOR

Padrão digital de TV tem de ser informado

14 JUL 2012Por AGÊNCIA CÂMARA00h:00

A Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática aprovou projeto de lei do deputado Vanderlei Macris (PSDB-SP), que torna obrigatória a divulgação, pelos fabricantes de aparelhos de televisão, de informações sobre a compatibilidade ou não desses produtos com o padrão de TV digital.

O relator, deputado Antonio Imbassahy (PSDB-BA), destacou que a TV digital está presente, hoje, em 52 municípios. No entanto, sua cobertura é bem mais ampla. Cerca de 500 municípios recebem o sinal de pelo menos uma emissora em transmissão digital. “No entanto, poucos são os telespectadores que dispõem de aparelhos de televisão compatíveis com o sistema de TV digital brasileiro, denominado SBTVD-T”, disse. 

Imbassahy afirmou ainda que os aparelhos oferecidos nas lojas nem sempre são compatíveis com o sistema digital brasileiro. Uns, pela ausência de receptor digital, estando destinados a servir como monitores de sistemas de TV a cabo ou como televisores analógicos. Outros, por estarem dotados de circuito de recepção compatível com outros sistemas, como o ATSC (norte-americano) ou o DVB (europeu).

Nesses casos, o aparelho não funciona corretamente no Brasil. Uma alternativa de baixo custo, já disponível no Brasil, é a compra de um receptor avulso, ou set-top box, para uso com televisor analógico ou monitor. Esses equipamentos, cujo preço é significativamente menor do que o de um televisor, adaptam os aparelhos atuais ao novo sistema. “A população precisa ser informada acerca de todas essas alternativas, para realizar escolhas compatíveis com seu perfil de uso e seu poder aquisitivo”, disse o relator. 

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também