Terça, 16 de Janeiro de 2018

"Pacote" de obras vai beneficiar área rural de Campo Grande

19 ABR 2010Por 09h:24
Maurício Hugo

Pela primeira vez na história do município de Campo Grande, desde que se tem notícia, uma administração municipal lançará um pacote de obras e ações voltado exclusivamente para o setor rural.
Serão mais de R$ 15 milhões a serem investidos em ações e obras que beneficiarão distritos e assentamentos como Anhanduí, Três Corações, São Luís, Universal, Sucuri, Rochedinho, Conquista, Três Barras, Nova Era, Terra Boa e Quilombola.
O lançamento deste pacote de ações para a área rural será feito nos próximos dias pelo prefeito de Campo Grande, Nelson Trad Filho e pelo vice-prefeito Edil Albuquerque que, com a equipe da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, de Ciência e Tecnologia e do Agronegócio, idealizou e planejou todas as ações previstas no programa. Segundo Edil, juntamente com o prefeito Nelson Trad Filho, ele sentiu a necessidade de, pela primeira vez, lançar um programa de investimentos para o setor rural. “Eu não me lembro de outra oportunidade em que a administração municipal se preocupou em atender de forma tão específica aos moradores da área rural do município”, destacou o vice-prefeito, e ex-secretário da Sedesc.
A maior parte dos recursos para a execução das obras e ações, segundo ele, são do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, mas parte das verbas são dos ministérios do Desenvolvimento Agrário e do Desenvolvimento Social, e também algum recurso próprio da Prefeitura de Campo Grande.

Pontes de concreto
O ponto principal desse pacote de obras, conforme informou o vice-prefeito Edil Albuquerque é a construção, inicial, de 11 pontes de concreto. “Desta forma estaremos solucionando um problema crônico da área rural, que sempre conviveu com dramas para retirada da produção e o transporte até a área urbana. Com as chuvas e intempéries, sempre se registram problemas com as pontes de madeira. E agora esse problema vai acabar”, lembrou o vice-prefeito.
A região do distrito de Anhanduí concentra a maior parte das pontes. Serão construídas pontes de concreto sobre os córregos da Anta, Estiva, Soltinho, Paraíso I e Paraíso II. Na região de Três Corações serão construídas pontes sobre os córregos Pulador, Abismo, Monte Alvão e Cabeceira Limpa. Na região do São Luís e Universal será construída ponte sobre o Córrego Potreirinho e na região do Sucuri, uma ponte sobre o córrego Inferninho.

Outros empreendimentos
Além da construção das pontes, cada uma das localidades da área rural do município receberão outros benefícios, como a instalação de Telecentros, a realização de cursos de informática, distribuição de insumos agrícolas, e a implantação definitiva do Programa de Aquisição de Alimentos, que já é uma realidade no município de Campo Grande.
Também estão previstas ações como a implantação ou incremento do Projeto de Irrigação – Pais, a instalação de patrulhas moto-mecanizadas, a construção de centros comunitários em todas as localidades abrangidas pelo projeto, e em algumas localidades a implantação de projeto da agroindústria familiar para processamento de sucos, polpas e doces.

Leia Também