Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Ovos substituem penas alternativas

20 MAR 10 - 03h:33
A doação de ovos de Páscoa para entidades assistenciais é a sentença da Justiça de Adamantina, interior paulista, aos réus condenados para cumprir penas alternativas por crimes leves. Acusados por esses delitos costumam entregar cestas básicas. Quem for condenado em Adamantina – e aceitar a conversão da pena – terá até 31 de março para doar os ovos. A campanha “A Justiça minorando diferenças” começou no último dia 10. “Considerando o número de entidades filantrópicas, que abrigam crianças e idosos, resolvemos converter essas penas em doações de ovos, para ajudar as crianças e os idosos”, afirmou a juíza Ruth Duarte, da 3ª Vara do Fórum de Adamantina. Prevista no artigo 44 do Código Penal, a conversão da pena alternativa, no entanto, depende do réu. “Desde que haja consentimento do réu, da defesa e do Ministério Público, nós concedemos o benefício”, acrescentou a magistrada, explicando que a capacidade econômica do réu também é analisada. A doação não extingue completamente a pena. O réu terá de comparecer mensalmente ao fórum, e não poderá mudar de endereço sem o conhecimento da Justiça. Não é a primeira vez que a Justiça de Adamantina faz campanha desse tipo. No Natal do ano passado, os condenados por crimes leves doaram brinquedos às crianças pobres.
Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Felpuda

ALIANÇA PELO BRASIL

Bolsonaro admite que pode presidir novo partido

Sem marcar há um turno, Alexandre Pato amarga reserva no São Paulo
ATACANTE

Sem marcar há um turno, Alexandre Pato amarga reserva no São Paulo

BRASIL

Reforma administrativa será "suave", afirma Bolsonaro

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião