Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

CAMPO GRANDE

Outra licitação suspeita de carta marcada é suspensa

Outra licitação suspeita de carta marcada é suspensa
31/12/2013 07:45 - DA REDAÇÃO


A prefeitura de Campo Grande suspendeu ontem o processo licitatório para a compra de três mil computadores portáteis. É a segunda vez em menos de dez dias que o prefeito da cidade, Alcides Bernal, do PP, manda interromper as concorrências, conforme matéria de hoje (31) no jornal Correio do Estado. Para o vereador Elizeu Dionizio, do SDD, os dois certames seriam de “cartas marcadas”, isto é, o desfecho da disputa comercial envolvendo em torno de R$ 20 milhões já era conhecido antes mesmo do dia do anúncio das empresas vencedoras.

Para suspender o processo licitatório dos ultrabooks, equipamentos que podem ser carregados na mão, a serem destinados à Secretaria Municipal de Educação, a prefeitura alegou ontem que precisava examinar os papéis entregues pelas concorrentes. No entanto, segundo o vereador Elizeu Dionizio, das seis empresas concorrentes, a Infortech Informática Ltda., seria escolhida ontem como a vencedora.

Dionizio disse ter ficado sabendo da suposta fraude por meio de denúncia anônima. Os computadores devem custar ao município R$ 5,3 milhões.“Ao anunciar a suspensão do processo licitatório fica comprovada a irregularidade. A empresa Infortech ia vencer o processo fornecendo cada equipamento [ultrabook] da marca Megaware por R$ 1.750,00 ou R$ 1.800,00”, disse o vereador. A reportagem é de Celso Bejarano e Beatriz Longhini.
 

Felpuda


Alguns políticos estão se aproveitando deste momento preocupante de pandemia para sugerir projetos oportunistas que, em alguns casos, são de resultados extremamente duvidosos. O mais interessante – para não dizer outra coisa – é que se for analisado o desempenho normal dessas figuras, verifica-se que essa preocupação toda nunca esteve no topo das suas prioridades. Ano eleitoral é assim mesmo. Lamentável!