Campo Grande - MS, segunda, 20 de agosto de 2018

MUNDO

Otan diz precisar de mais aviões para atacar forças de Gaddafi

14 ABR 2011Por FOLHA ONLINE13h:04

O secretário-geral da Otan (Organização do Tratado do Atlântico Norte), Anders Fogh Rasmussen, afirmou nesta quinta-feira que os aliados precisam de mais "alguns poucos" aviões de combate para bombardear objetivos terrestres em sua operação contra as forças do regime de Muammar Gaddafi.

A Otan assumiu o comando da operação militar na Líbia, que visa a impor uma zona de restrição aérea e impedir os ataques das forças do ditador Muammar Gaddafi contra civis e os rebeldes oposicionistas. Quase um mês após seu início, em 19 de março, as forças da coalizão conseguiram impedir os voos dos aviões militares de Gaddafi, mas não contiveram sua ampla ofensiva terrestre, que força o recuo dos rebeldes no leste do país.

Recentemente, França e Reino Unido, repensáveis pela maior parte dos aviões empregados na ação, pediram maior comprometimento da Otan --que se defendeu dizendo que faz um "ótimo trabalho" com os recursos disponíveis.

Leia Também