Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Comando

Otan assume controle militar de todas as operações na Líbia

27 MAR 11 - 17h:47EFE

A Otan decidiu neste domingo assumir as operações de proteção da população civil líbia, o que implica a direção dos ataques contra alvos terrestres, segundo anunciou um funcionário da organização.

Os 28 membros da Aliança fecharam um acordo para que a Otan implemente todos os aspectos da resolução 1973 do Conselho de Segurança da ONU para proteger os civis e as zonas povoadas das ameaças de ataques por parte do regime de Muammar Kadafi, explicou a fonte A decisão, estipulada neste domingo pelos embaixadores dos países-membros da organização, supõe que a Aliança Atlântica controlará todas as operações militares em torno de Líbia.

A Otan já pactuou na quinta-feira passada fazer a manutenção da zona de exclusão aérea, e já antes tinha acordado vigiar com uma operação naval o cumprimento do embargo de armas, também em cumprimento do mandato das Nações Unidas.

Até agora a vigilância da zona de exclusão aérea e a proteção da população civil esteve a cargo de uma coalizão de países voluntários liderada pela França, Reino Unido e Estados Unidos.

O tenente-general Charles Bouchard, da Força Aérea canadense, será o responsável das operações da Otan na Líbia.

Bouchard é atualmente o chefe adjunto do Comando Aliado Conjunto de Nápoles, de onde se dirigem as ações no país norte-africano.

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

RIO

Três bombeiros morrem e 3 ficam feridos no combate a incêndio em boate

BRASIL

MP transforma conversão de multas ambientais em pagamento com desconto

BRASIL

'Ele é maior de idade', diz Bolsonaro sobre preferir Eduardo embaixador ou líder

Enzo tem 9 meses e precisa de ajuda para tratar problema de saúde
SOLIDARIEDADE

Enzo tem 9 meses e precisa de ajuda para tratar problema de saúde

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião