INVASÃO AO JORNAL

Ordem dos Advogados de MS diz que houve abuso de poder na ação da PF

Ordem dos Advogados de MS diz que houve abuso de poder na ação da PF
31/08/2012 10:00 -


Para o presidente da Seccional de Mato Grosso do Sul da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-MS), Leonardo Avelino Duarte, a presença da PF no Correio do Estado é um caso de abuso de poder. “Essa ação, de policiais federais presentes no momento de edição e impressão do jornal significa ver com antecedência o material a ser publicado, o que é absolutamente constrangedor aos princípios basilares da sociedade brasileira”, afirmou.

Avelino Duarte disse que o Correio do Estado teria a opção de publicar a pesquisa e arcar com os problemas posteriores. “Normalmente nessas ações (a exemplo da que barrou a divulgação da pesquisa) existe uma multa a ser paga; se o jornal quisesse, publicava o material e arcava com a multa”, explicou. o presidente alerta ainda que a imprensa deve ter liberdade e independência.

Leia mais no jornal Correio do Estado

smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".