Sábado, 17 de Fevereiro de 2018

CAMPO GRANDE

Orçamento para Capital será 16% maior

1 OUT 2010Por anahi zurutuza00h:00


A previsão orçamentária do município para o ano de 2011 é 16,85% maior do que o orçamento deste ano. O montante é de R$ 2.046.297. A inflação dos últimos 12 meses, segundo o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), é de 4,49%, o que dá um aumento real de 12,36%. Já o cálculo da receita e despesas, feito pelo Executivo Municipal em 2009 para ser executado em 2010, foi de R$ 1,7 bilhão. A proposta foi entregue pelo prefeito, Nelson Trad Filho (PMDB), à Câmara Municipal de Campo Grande, na sessão itinerante, realizada no auditório do Colégio Mace, ontem pela manhã.
As principais “fatias” do orçamento geral vão para manutenção e investimentos em Saúde Pública, que deve ficar com 31,6% do montante, Educação, que receberá 19,51%, e Transporte e Urbanismo, setor para o qual devem ser destinados 24,66% do total de recurso.
O planejamento orçamentário, segundo Trad Filho, é participativo e foi elaborada a partir do Relatório de Prioridades para o Orçamento 2011 apresentado por conselheiros regionais do município e levando em conta o PPA (Plano Plurianual) de 2010 a 2013, aprovado pela Câmara. “Tivemos várias reuniões com conselheiros, para tentar distribuir os recursos da forma mais justa possível. Fora isso, ainda deve haver os ajustes feitos pelo vereadores”.
A proposta será analisada pela Comissão de Finanças e Orçamento do Legislativo Municipal, formada pelos vereadores Flávio César, Mario César e Grazielle Machado, que decidem se o documento vai ou não para votação e analisa também a emendas propostas pelo outros vereadores.

Leia Também