Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, sexta, 16 de novembro de 2018

Orçamento bilionário da Justiça Eleitoral reserva 4,1% para partidos

18 AGO 2012Por terra04h:00

O orçamento bilionário de R$ 5,6 bilhões a que a Justiça Eleitoral terá acesso para o ano de 2013 concentra a maior parte dos gastos para o pagamento da folha salarial dos funcionários do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e dos 27 Tribunais Regionais Eleitorais do país. Estão reservados R$ 3.2 bilhões, além de R$ 885.275.448,00 a ser pago em reajustes, para os servidores que atuam nessas esferas. Em contrapartida, os 30 partidos políticos do país dividirão pouco mais de R$ 232 milhões em decorrência do Fundo Partidário.

Outros itens aparecem discriminados no planejamento apresentado, como a previsão de gastos de R$ 1,277 bilhão para despesas com manutenção predial, limpeza, água, luz e obras em todo o território nacional e construção de novos cartórios eleitorais, orçado. O custeio de benefícios, representados por despesas com assistência médica, creche, transporte, está previsto em R$ 236.894, enquanto apenas R$ 78 milhões, o que representa 1,4% do valor total, deve ser destinado para investimentos em tecnologia e melhorias no sistema.

Além disso, R$ 10 milhões ficarão reservados para gastos com eventuais eleições suplementares que possam ser convocadas em 2013. A proposta, aprovada pela Corte Eleitoral, aguarda a sanção presidencial para ser confirmada.
 

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também