Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Oposição quer barrar votação da Reforma no Congresso

27 NOV 08 - 23h:44
     

Clodoaldo Silva, de Brasília

 

Além do PMDB nacional se recusar a votar a reforma tributária caso não seja garantido o ICMS do gás boliviano a Mato Grosso do Sul, agora os parlamentares dos partidos de oposição ao Governo Lula no Congresso Nacional decidiram obstruir a apreciação do texto. Foi sugerida ontem a criação de um grupo de trabalho para analisar, em janeiro e fevereiro, 14 pontos técnicos da reforma (PECs 233/08, 31/07 e 45/07) para só depois votar a matéria, em março de 2009.

 

O líder da minoria na Câmara, o deputado sul-mato-grossense Waldir Neves (PSDB), disse que estão ocorrendo reuniões com a área técnica do Ministério da Fazenda, porém até o momento não há consenso sobre os 14 pontos questionados pela oposição. "Para nós, o texto faz a bi-tributação, centraliza a receita no Governo federal prejudicando os Estado e o conceito federalista do Brasil, e não dá garantias para os Estados que serão realmente recompensados pela alteração das regras da cobrança do ICMS", enfatizou o parlamentar.

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

ASILADO NO MÉXICO

Em novo dia de protestos, Evo diz que pode voltar à Bolívia para 'pacificar' país

BRICS

Reformas vão tornar Brasil mais atrativo a negócios, diz Bolsonaro

Dólar vai a R$ 4,18 e tem maior cotação desde setembro de 2018
MERCADO FINANCEIRO

Dólar vai a R$ 4,18 e tem maior cotação desde setembro de 2018

Salário de negros teve queda ao mesmo tempo em que brancos ganharam mais
DESIGUALDADE SOCIAL

Salário de negros teve queda ao mesmo tempo em que brancos ganharam mais

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião