Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Oposição acusa presidente do Irã de tentar dar golpe de Estado

14 JUN 09 - 10h:14
Da redação

                 

A divulgação do resultado das eleições presidenciais iranianas, realizadas na última sexta-feira (12), levou os opositores do atual chefe de Estado do país, Mahmoud Ahamadinejad, a realizar uma série de protestos nas ruas de Teerã contra sua reeleição, com mais de 60% dos votos. O caos se espalhou pelas ruas da capital do país, a polícia reagiu tentando dispersar os manifestantes e dezenas de pessoas foram presas, incluindo, segundo relatos da imprensa israelense, o principal candidato da oposição, o ex-primeiro-ministro iraniano Mir Hussein Moussavi. No princípio, a reclamação era de que podia ter havido fraude na votação, e agora a oposição acusa o presidente de tentar dar um golpe de Estado.

 

"Eles criaram uma ditadura", disse, em entrevista ao britânico "The Nation, o ex-ministro das Relações Exteriores Ibrahim Yazdi, um dos principais nomes da dissidência no país. "Eles fraudaram a eleição", disse.

 

Segundo ele, ecoando o que foi alardeado pela campanha de Moussavi ao longo dos protestos no sábado, o pleito nacional foi marcado por irregularidades. Segundo o opositor, o governo não permitiu que os candidatos supervisionassem a contagem das cédulas, não divulgou os resultados por distrito, o que dificulta a checagem, criou uma série de urnas itinerantes, que podiam mudar de lugar. 

 

 

Com informações do Portal G1

                 

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Alisson, Firmino e Marquinhos concorrem à Bola de Ouro
FUTEBOL

Alisson, Firmino e Marquinhos concorrem à Bola de Ouro

Gás é reajustado pela Petrobras e preço pode ultrapassar R$ 100 em MS
BOTIJÃO DE 13 QUILOS

Gás de cozinha terá aumento e preço pode ultrapassar R$ 100 em MS

Com problemas de saúde, Zeca do PT deixa presidência do partido
POLÍTICA

Com problemas de saúde, Zeca deixa presidência do PT

Em um ano, número de queimadas quase dobram em Campo Grande
MEIO AMBIENTE

Em um ano, número de queimadas quase dobram, aponta comitê

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião