Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

CONSTRUÇÃO

Operários migram ao interior em busca de salário 79% maior

17 MAR 14 - 00h:00DA REDAÇÃO

O funcionamento a todo vapor de canteiros de obras em Três Lagoas, no leste de Mato Grosso do Sul, e a necessidade de mão-de-obra atraem diariamente milhares de trabalhadores da construção civil que vão em busca de melhores salários e oportunidades de emprego. A diferença de salários entre esses pólos da construção civil e outros municípios chegam a 79%. A reportagem está na edição de hoje (17) do jornal Correio do Estado.

Enquanto em Campo Grande um empregado do setor é admitido com salário médio de R$ 1.026,20, em Três Lagoas, a 338 km da capital, o mesmo trabalhador, na mesma função, tem salário médio de admissão de R$ 1.838,51.

“Não é só em Três Lagoas. Em alguns pontos específicos do Estado realmente as oportunidades estão maiores e melhores porque os investimentos estão pontuais nesses locais.

Então, isso envolve muitas indústrias, que por sua vez envolvem obras de construção civil, casas, estadias. Acaba movimentando o setor”, explica o presidente do Sinduscon/MS (Sindicato Intermunicipal da Indústria da Construção do Estado de Mato Grosso do Sul), Amarildo Miranda Melo.

Ele afirma que o movimento migratório é normal. A reportagem é de Gabriela Pavão.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

DEFICIT

Diferença entre importações e exportações fica em US$ 552 milhões

Balança comercial registrou déficit na segunda semana do mês
PETROBRAS ANALISA REVISÃO

Preço do petróleo no Brasil não irá aumentar no curto prazo

Felipe Neto sofre ameaças e tira a mãe do Brasil
APÓS BIENAL

Felipe Neto sofre ameaças e tira a mãe do Brasil

SAQUE IMEDIATO

Caixa credita quase R$ 5 bilhões para pagamento do FGTS

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião