Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Assine a Newsletter

Operadoras obrigadas a explicar recusa

23 ABR 10 - 07h:24
Operadoras privadas de planos de saúde, que atuam em Mato Grosso do Sul, estão obrigadas a fornecer ao cliente documentos sobre o porquê da recusa de cobertura total ou parcial de procedimentos médicos, de forma gratuita. A lei estadual que torna obrigatório o fornecimento de informações escritas sobre a recusa foi publicada na edição de ontem do Diário Oficial do Estado. Conforme a lei estadual, é entendido como negativa de cobertura a recusa em custear a assistência à saúde, de qualquer natureza, ainda que fundamentada em lei ou cláusula contratual.

De acordo com a lei, cabe à operadora responsável entregar ao consumidor, no local do atendimento médico, imediatamente e independentemente de requisição: o comprovante da não-cobertura, onde constará, além do nome do cliente e do número do contrato, o motivo da negativa, de forma clara, inteligível e completa, vedado o emprego de expressões vagas, abreviações ou códigos; a razão social da operadora, a denominação social, o Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas (CNPJ), o endereço completo da empresa e a via da guia de requerimento para autorização de cobertura.

O hospital onde o atendimento for negado também terá que entregar ao cliente, no local, desde que solicitados, os seguintes documentos: declaração escrita contendo os elementos do motivo da recusa e a hora do recebimento da negativa de cobertura; laudo ou relatório do médico responsável, atestando a necessidade da intervenção média e, se for o caso, sua urgência, ou documento reprográfico que o replique de forma fidedigna, sob responsabilidade do hospital. (NC)
Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Ministro da Saúde diz que Brasil está em "perigo iminente"
ALERTA

Ministro da Saúde diz que Brasil está em "perigo iminente"

Bolsonaro diz que governo vai apurar falhas no Enem e que não descarta sabotagem
INVESTIGAÇÃO

Bolsonaro diz que governo vai apurar falhas no Enem e que não descarta sabotagem

Bombeiros recebem R$ 13 milhões para combater incêndios florestais
ESTRUTURA

Bombeiros recebem R$ 13 milhões para combater incêndios florestais

Dica da Semana: “Supermães”
Via Streaming

Dica da Semana: “Supermães”

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião