Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

CELULAR

Operadoras fazem acordo para diminuir spams

Operadoras fazem acordo para diminuir spams
25/02/2014 14:56 - FOLHA PRESS


As oito operadoras de celular que atuam no Brasil fizeram um acordo para tentar diminuir o número de spams.

Ao receber uma mensagem indesejada, o usuário poderá encaminhá-la gratuitamente para "*7726" (tradução numérica de "*SPAM"). Com essas informação, as operadoras poderão estudar os padrões dos textos e suas origens, o que aumentará seu poder de prevenir novos ataques. Essa ferramenta já é utilizada por empresas de outros países.

As operadoras disseram que o problema é crescente, mas não souberam estimar o volume de spams enviados atualmente no Brasil. Existem 274 milhões de dispositivos móveis ativos no país, número que preveem aumentar 19% nos próximos quatro anos.

O problema com spams nas mensagens de texto das operadoras também já chegou aos aplicativos que utilizam a rede telefônica com a mesma finalidade, como WhatsApp e Skype -no ano passado, esse tipo de serviço se tornou dominante no mercado, sobrepondo-se aos SMS tradicionais.

Além do acordo contra as spams, as operadoras brasileiras acertaram também uma ação para desencorajar roubos e furtos de celulares.

Elas passarão a compartilhar com empresas de outros países os códigos únicos (IMEIs) dos aparelhos roubados. Com isso, será mais fácil bloquear seu funcionamento além das fronteiras brasileiras, inibindo o tráfico.
 

Felpuda


Espalhar notícias ruins tornou-se muito mais rápido com o uso da tecnologia, e, além disso, não se trata mais de ações dos adversários. Isso é o que pôde ser visto ultimamente, quando a tchurminha do “aliado” tratou de deixar muita gente informada sobre o que a chamada "grande imprensa” tinha publicado, enviando notícias pelo WhatsApp e postando nas mídias sociais. E assim caminha a humanidade...