Sábado, 24 de Fevereiro de 2018

JOIAS

Operações de penhor crescem 14% em MS

17 JAN 2011Por DA REDAÇÃO14h:26

A Caixa Econômica Federal realizou no Mato Grosso do Sul mais de 221 mil operações de empréstimos sob Penhor, em 2010, movimentando um volume total de recursos da ordem de R$ 136,5 milhões. Este valor corresponde a um crescimento de 14,2 % se comparado ao volume de contratos de 2009.

Com 150 anos de existência, o Penhor da CAIXA continua a ser uma linha de crédito muito atrativa por suas características de facilidade de acesso, rapidez e simplicidade. Para contratar o empréstimo, não é necessário avalista e o dinheiro é liberado na hora.

A versatilidade é outro fator relevante que se reflete na utilização do empréstimo por diversos públicos, atendendo tanto as expectativas de clientes que buscam, por exemplo, a reestruturação financeira, e encontram no empréstimo um fôlego para reorganizar seu orçamento, quanto a clientes que dependem de recursos para uma necessidade imediata.

O produto é contratado predominantemente por mulheres (75%) com idade entre 35 e 50 anos. Cerca de 35% dos clientes são autônomos ou têm seu negócio próprio e pelo menos 78% do total de clientes já utilizaram esse tipo de empréstimo mais de uma vez.

COMO CONTRATAR

Para contratar uma operação de Penhor, basta apresentar documento de identidade, CPF e comprovante de residência, além dos bens que servirão de garantia, que podem ser jóias e outros objetos de valia, como metais nobres, diamantes e relógios de alto valor. Para liberação do empréstimo, não é realizada pesquisa cadastral. O limite mínimo é de R$ 50,00 e o máximo de R$ 100 mil por cliente.

No Mato Grosso do Sul a Caixa conta com sete unidades habilitadas para operar com Penhor, sendo três em Campo Grande e uma nos municípios Corumbá, Dourados, Ponta Porá e Três lagoas. A lista completa pode ser consultada no sítio da CAIXA (http://www1.caixa.gov.br/atendimento/index.asp). Os prazos de contratação variam de um a 180 dias e podem ser renovados em qualquer uma das 2.104 agências do banco.

A CAIXA possui duas modalidades de empréstimo sob Penhor: o tradicional e o Micropenhor. Nos contratos de Micropenhor, destinados para clientes com menor renda, o valor liberado é limitado a R$ 1.500,00, com taxa de 1,95% ao mês. Os documentos exigidos, as garantias e os prazos de contratação são os mesmos previstos no Penhor tradicional.

Leia Também