Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, segunda, 17 de dezembro de 2018

CRIME ORGANIZADO

Operação Segurança Máxima prende cinco

4 MAR 2011Por vivianne nunes e evelin araujo22h:18

Cinco pessoas foram presas durante Operação Segurança Máxima, deflagrada na manhã de hoje em Campo Grande após investigações que resultaram na identificação de integrantes de organização criminosa responsável pela prática de crimes de tráfico de drogas, associação ao tráfico e formação de quadrilha armada. Vanildo Francisco da Silva, Marileide Alves Sobrinho da Silva, Renan Jesus de Souza,  Severina dos Santos Guerrize foram presos cada um em sua casa devido à mandados de prisão expedidos. Eugenio Aparecido Dantas também foi preso mas seu nome não figurava na lista de mandados. Ele foi detido em flagrante na companhia de Severina dos Santos, com 48 gramas de cocaína.

Os também acusados de envolvimento Valdinei da Silva Souza, Marcos Antonio da Silva Pereira, Diogo de Souza, Adriano da Silva, Carla Alexandra de Souza e Camila Verón já estão detidos no presídio de Segurança Máxima de Campo Grande, de onde comandariam a venda e distribuição de drogas em diversos bairros da Capital. Eles também são acusados de articular a compra de armas e o recrutamento de comparsas para a prática de assaltos.

Duas pessoas ainda estão foragidas. Thiago Firmo Mendes e Paulo Alcindo da Silva estão na mira das investigações mas não foram encontrados.

A operação também apreendeu duas motos e um veículo fiat uno utilizados em operações criminosas. O  trabalho conjunto tem a participação do Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (Gaeco), a Companhia Independente de Gerenciamento de Crises e Operações Especiais (Cigcoe), a Gerência de Inteligência do Sistema Penitenciário (GISP) e a Delegacia Especializada de Combate ao Crime Organizado (Deco).

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também