Campo Grande - MS, terça, 14 de agosto de 2018

FRAUDES EM LICITAÇÃO

Operação prende três pessoas em Dourados

16 MAI 2011Por DOURADOS AGORA15h:39

A Polícia Federal, delegacia de Dourados, cumpriu hoje quatro mandados de busca e apreensão e três prisões temporárias, no município e Glória de Dourados, relativas a duas operações da PF desencadeadas em Corumbá (Quasar) e Passo Fundo (Saúde).

No âmbito da Operação Questor, o objetivo é desarticular uma quadrilha composta por funcionários públicos e empresários, que fraudava procedimentos licitatórios que envolviam verbas públicas federais destinadas à saúde, educação e infra-estrutura no município de Ladário.

No total, foram cumpridos sete mandados de prisão temporária e 26 mandados de busca e apreensão, estes últimos com a participação de nove servidores da Controladoria Geral da União, nos municípios de Ladário, Corumbá, Dourados e Campo Grande, no Estado de Mato Grosso do Sul; e em Municípios do Paraná e Rio Grande do Sul.

Os mandados de prisão foram cumpridos: 4 em Ladário; 2 em Corumbá e 1 em Campo Grande. E os mandados de busca e apreensão foram 15 em Ladário; 4 em Corumbá; 2 em Dourados e 3 em Campo Grande. Ainda, 2 em Barão de Cotegipe/RS e 1 em Maringá (PR).

A investigação durou mais de um ano e desenvolveu-se em conjunto com o Ministério Público Federal e a Controladoria Geral da União, tendo sido comprovado que, somente neste período, houve prejuízo de mais de meio milhão de reais aos cofres públicos em licitações promovidas pelo município de Ladário.

A operação possui este nome em alusão ao administrador financeiro da antiga Roma, Questor, responsável pela coleta de impostos, supervisão do tesouro e da contabilidade do Estado Romano, função equivalente ao atual Secretário de Finanças municipal e/ou estadual.
 

Leia Também