sábado, 21 de julho de 2018

Operação no Complexo do Alemão, no Rio, pode durar meses, afirma PM

28 NOV 2010Por FOLHA ONLINE15h:44

A operação policial no Complexo do Alemão pode durar meses, de acordo com o comandante-geral da Polícia Militar, coronel Mário Sérgio Duarte.

"Desde o começo dissemos que não resolveriamos tudo no mesmo dia. Temos um trabalho muito longo pela frente. Estamos verificando todas as possibilidades de encontrar pessoal e material. Nós precisamos checar tudo e agora é hora de fazer isso".

Mário Sérgio afirmou ainda que a população não assistirá mais à "procissão do mal", citando as imagens de dezenas de criminosos fugindo da Vila Cruzeiro para o Complexo do Alemão, exibidas na quinta-feira (25).

"Hoje nós temos a certeza de que quando o Estado quer ele pode", acrescentou.

O governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral Filho (PMDB), destacou neste domingo a união de forças para combater o tráfico no Rio de Janeiro, mas lembrou que "esse trabalho é de médio e longo prazos".

A operação policial iniciada nesta manhã conta com a participação de cerca de 2.000 homens das polícias militar, civil e federal, além de soldados do Exército e da Marinha. Também atuam no Complexo do Alemão mais de 15 blindados da Marinha e 12 da PM.

"A ordem é vasculhar casa por casa, beco por beco, buraco por buraco", disse mais cedo o comandante-geral da PM.

O capitão Ivan Blaz, relações-públicas do Bope, confirmou que há famílias feitas reféns por traficantes no interior do complexo. Segundo ele, policiais estão vasculhando todas as ruas e buscando prender criminosos.

"Como não houve confronto, os marginais covardemente não cumpriram o que falaram durante a semana", afirmou.

Leia Também