Quarta, 21 de Fevereiro de 2018

Operação "erva daninha" poderá chegar em dourados

1 OUT 2010Por 12h:31

EVELIN ARAUJO

O presidente do Conselho Regiona de Farmácias - CRF - Ronaldo Abraão, afirmou que a Polícia Federal está "de olho" em Dourados. Um levantamento feito na mostra dados alarmantes de pessoas que estariam morrendo em consequência de consumo de medicamentos contabandeados para tratamento contra o câncer, doenças do coração, disfunção erétil e abortivos.

As operações no Estado são feitas em parceria entre Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) com a Decon (Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes Contra as Relações de Consumo), Polícia Federal e o CRF.

Segundo Ronaldo Abraão, algumas farmácias causam grandes problemas para a fiscalização. "A cidade está praticamente abandonada no quesito punição. Apesar das fiscalizações, o CRF ainda não tem poder de interditar ou prender quem vende remédio falso. Falta apoio dos órgãos competentes locais", disse.

Um levantamento mostra que mais de 20% dos medicamentos oferecidos nas empresas irregulares seria fruto do contrabando. "Dependendo da doença, pode agravar o quadro clínico do paciente que pode até mesmo chegar a morte ou sofrer efeitos colaterais irreversíveis", destaca.

Apesar de não divulgar a data da operação no interior do Estado, Abraão garante que, com o apoio da polícia, as farmácias irregulares de Dourados, que estariam há muito tempo penalizando a população, serão flagradas e punidas com interdição e prisão.

(Com informações do Dourados Agora)

Leia Também