Quarta, 13 de Dezembro de 2017

MS E OUTROS TRÊS ESTADOS

Operação desarticula esquema de fraudes

15 JAN 2014Por DA REDAÇÃO08h:20

O Grupo de Atuação de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) prendeu cinco empresários preventivamente, ontem (14), durante a Operação Colludium, do Ministério Público de São Paulo. As investigações apontaram que os acusados estão envolvidos com fraudes em licitações de embalagem plástica para lixo hospitalar.

A estimativa é que o grupo tenha lucrado R$ 100 milhões em dois anos. A ação foi realizada simultaneamente em Bauru, São Paulo, Jaú, Marília, Lucélia, Indaiatuba, Carapicuíba, Taboão da Serra e Oscar Bressane. O Gaeco aponta fraudes em licitações com superfaturamento de preços também nos estados de Minas Gerais, Mato Grosso do Sul e Paraná.

Uma dos presos é ex-prefeito e advogado de Lucélia. As outras pessoas envolvidas são de Bauru, Marília e Jaú. Segundos os promotores, o grupo investigado dominava o mercado “comprando” a desistência de outros participantes da licitação e superfaturava os valores de produtos. 

Leia Também