DOURADOS

Operação da Polícia Militar prende <BR> 17 pessoas e fecha boca de fumo

Operação da Polícia Militar prende <BR> 17 pessoas e fecha boca de fumo
22/08/2012 15:00 - BEATRIZ LONGHINI


A operação realizada hoje (22) pela Polícia Militar na região da Vila Cachoeirinha em Dourados resultou na prisão de cinco pessoas que estavam com mandados expedidos, três detidos por porte de drogas e quatro detidos juntamente com a apreensão de uma moto furtada. Três pessoas também foram detidas por desacato e quatro aves foram apreendidas pela Polícia Ambiental.

Ainda foram encaminhados à delegacia, dois homens por associação ao tráfico de drogas. Eles estavam com 41 papelotes de pasta base de cocaína que totalizaram 10 gramas e dois pedaços de pasta base, que pesou 72 gramas. A polícia também apreendeu R$ 247, uma balança de precisão e uma balança profissional.

Segundo a polícia, o local foi escolhido por ser ocupado pela população carente e por abrigar bocas de fumo que colaboram para o aumento de roubos e furtos em Dourados.

Durante a operação, a polícia recebeu uma denúncia anônima de descaminho e ao constatar a informação, encontrou dois veículos em um hotel na região dos altos da Monte Alegre com oito pessoas que transportavam 62 pacotes de mercadorias do Paraguai.

Os autores, do estado de São Paulo, foram relacionados no boletim de ocorrência e as mercadorias foram apreendidas.

(Com informações da Polícia Militar)

smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".