Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

POLICIAMENTO

Operação da PM resulta na queda de crimes nas festas de fim de ano

Operação da PM resulta na queda de crimes nas festas de fim de ano
02/01/2014 16:45 - Gabriel Maymone e Lúcia Morel


O resultado do policiamento especial de fim de ano da Polícia Militar em Mato Grosso do Sul mostra redução significativa no número de crimes durante o período de 30 de novembro a 31 de dezembro de 2013. Os dados foram divulgados em coletiva de imprensa, na tarde desta quinta-feira (02).

A Operação 'Feliz Cidade' contou com efetivo de 1,7 mil policiais em todo o Estado, sendo 300 na Capital e o restante nos municípios do interior. Mesmo com um número menor de policiais, a criminalidade caiu. Para o comandante da PM em MS, coronel Carlos Alberto David dos Santos, o resultado mostra o empenho da polícia. “O trabalho da PM está mais eficiente devido ao contato mais direto com as pessoas, ouvindo mais a sociedade”.

Dados
Em Campo Grande, houve redução de 48% no número de assassinatos entre 30 de novembro e 31 de dezembro deste ano, se comparado ao mesmo período do ano anterior, caindo de 25 para 13 homicídios. Já em relação ao número de roubos – quando há contato do ladrão com a vítima -, a PM registrou 152 casos em 2013, enquanto que em 2012 foram 171: uma queda de 11,1%. No total de ocorrências, a queda foi de 7,16% - caiu de 963 para 894.

No interior, a queda no número de homicídios foi de 19,6%, caindo de 61 em 2012 para 49 em 2013. O número de roubos ficou praticamente estável, caindo de 294 para 281 (queda de 4,4%). Já os casos de furtos caíram 13,7%. Enquanto que ano passado foram 1290, no ano anterior haviam sido registrados 1496 furtos. No total de ocorrências de roubo, furtos e homicídios, a queda foi de 12,4% - caiu de 1850 para 1620.

Trânsito
A fiscalização também proporcionou diminuição no número de acidentes em Campo Grande. Acidentes sem feridos somaram 177 em 2013, representando queda de 14,9% em relação ao ano anterior. A redução foi ainda maior nos casos de acidentes com algum ferido. O número de casos caiu de 574 em 2012 para 473 em 2013: redução de 17,5%. 

Felpuda


Ao que tudo indica, partido teria criado “racha” apenas visando jogar para a plateia, e, assim, quem estava com a corda toda anunciou que se prepara para o desembarque. Nos bastidores o que se ouve é que o tal fundo partidário seria o motivo da desavença e que quem nunca comeu mel quando come se lambuza. Só que não. A estratégia é continuar “dono” da atual legenda e “tomar a frente” de partido que está em fase embrionária. Tudo inspirado na “velha política”.