Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Operação da PF combate tráfico de armas e munições

17 AGO 10 - 10h:51
     

A Polícia Federal em Jaguarão realiza na manhã de hoje, 17, a Operação Arcos em repressão aos crimes de tráfico de armas e de munições na região. As ações tem por objetivo cumprir cinco mandados de prisão e 10 mandados de busca e apreensão expedidos pela Justiça Federal de Pelotas, nas cidades de Jaguarão, Arroio Grande, Pelotas e Canguçu.

A investigação teve início este ano e originou-se de levantamentos realizados no final da Operação Fronteira II. Naquela ocasião, o principal suspeito acompanhou por algumas vezes o principal preso da Operação Fronteira II em visitas a pontos de venda de drogas.

Durante a investigação, descobriu-se que o principal investigado agia com mais quatro indivíduos. A quadrilha atuava negociando armas e munições trazidas do Uruguai para diversas pessoas da região e intermediando e vendendo veículos, com restrições legais, levando-os para o interior do Estado e para o Uruguai.

A operação está sendo realizada com a participação de 46 policiais federais. As investigações contaram com o apoio da Brigada Militar, do Exército Brasileiro e com a participação dos Ministérios Públicos Federal e Estadual, sob a fiscalização e com autorização da Justiça Estadual e Federal.

        

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Escola de MS cancela show com MC Gui após polêmica na Disney
VIRALIZOU

Escola de MS cancela show com MC Gui após polêmica na Disney

'Zeca é como se fosse o Lula para a gente', diz Cabo Almi

'Zeca é como se fosse o Lula para a gente', diz Cabo Almi

Regras de vistoria mudam e 80% dos comércios serão dispensados
CERTIFICADO

Regras mudam e 80% dos comércios serão dispensados de vistoria

Mesmo com horário estendido, postos ficam vazios e UPAs lotadas
SOLUÇÃO

Mesmo com horário estendido, postos ficam vazios e UPAs lotadas

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião