DEODÁPOLIS

Operação Curupira descobre esquema de 'mensalinho' na Câmara

Operação Curupira descobre esquema de 'mensalinho' na Câmara
03/08/2012 19:00 - DA REDAÇÃO


O vereador Valdecir Trevisan foi detido na tarde de hoje (03) por porte ilegal de arma. A prisão aconteceu após ser deflagrada a Operação Curupira na Câmara Municipal de Deodápolis e realizada busca e apreensão em duas residências em Glória de Dourados.

Segundo o Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado), após ouvir o Presidente da Câmara Municipal de Deodápolis, Expedito Ponciano, o contador Osvaldo Ursolino da Rosa e a prestadora de serviço Letícia Ramalheiro, foi constatado que existia um esquema de “mensalinho”, ou seja, um pagamento feito aos vereadores através das diárias de viagens que não eram realizadas. Só em 2012 foi descoberto um montante de R$ 36 mil de diárias pagas aos legisladores.

Ainda de acordo com o Gaeco os documentos apreendidos referentes aos anos de 2010 e 2011 serão analisados.

smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".