sexta, 20 de julho de 2018

FRONTEIRA

Operação Cadeado monitora fronteira de Corumbá com a Bolívia

10 NOV 2010Por DIÁRIO ONLINE10h:49

A Operação Cadeado, coordenada pelo Comando Militar do Oeste (CMO), conta com 514 militares do Exército na vigilância das fronteiras do Brasil com a Bolívia e com o Paraguai. A 18ª Brigada de Infantaria de Fronteira desenvolve a ação em Corumbá; Forte Coimbra e Porto Murtinho. O CMO emprega 2 mil militares, 135 viaturas, oito embarcações e dois helicópteros na operação.

Em Corumbá, a ação teve início no último sábado, 06 de novembro, e mobiliza 10 viaturas e duas aeronaves. As equipes dispõem ainda de três cães farejadores (um pastor alemão e dois da raça labrador). Dois animais são da Força Nacional e o outro pertence à 18ª Brigada. O principal objetivo é a prevenção e a repressão aos delitos transfronteiriços e ambientais.

O exercício militar abrange os estados de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, estados que fazem fronteira com Paraguai e Bolívia.

No município, os militares que participam da Operação Cadeado montaram postos de bloqueio terrestre e fluvial, além de promoverem intenso patrulhamento pelas estradas e rios do Pantanal de Corumbá. “Na área delimitada para a atuação da Operação Cadeado na região de Corumbá, há oito postos de bloqueio, sendo que os principais postos de atuação são o Posto Esdras, na fronteira Brasil-Bolívia; na BR 262, no Lampião Aceso e na Estrada Parque. Esses postos possuem efetivos em atuação de 24 horas. Os demais têm tempo determinado de atividade, porém estão sempre de sobreaviso”, explicou o major Marcelo Rojo ao Diário.

Os 350 homens trabalham em atividade de combate, preparados para qualquer acontecimento. Nas barreiras os veículos são vistoriados, entre eles carros, motocicletas, ônibus e caminhões. A reportagem deste Diário esteve em três postos da Operação Cadeado: na fronteira Brasil- Bolívia; na estrada que dá ac esso à Agesa e no posto de combate montado no Lampião Aceso.

Apreensões na região

Até esta terça-feira, 09 de novembro, a Operação Cadeado apreendeu três quilos de cocaína; 16 papelotes de pasta base; 254 DVDs e CDs e uma arma de fogo. A cocaína foi apreendida em um ônibus que fazia o itinerário Corumbá-Campo Grande, no sábado, 06 de novembro, na rodovia BR-262, durante vistoria no posto fiscal do Lampião Aceso. Com a ajuda de um cão farejador, pertencente à Força Nacional de Segurança Pública (FNSP), a droga foi encontrada. O entorpecente estava escondido na bagagem de um passageiro que não foi identificado.

Os 254 DVDs e CDs foram apreendidos em Corumbá no domingo, dia 07, num ponto de venda na rua Dom Aquino, no Centro da cidade. Foram apreendidos DVDs e CDs de filmes, músicas e jogos diversos, além de capacete, boné e roupas. A mercadoria foi recolhida pela Polícia Militar e entregue na Delegacia de Polícia Civil.

A arma foi apreendida também no domingo, mas no posto de bloqueio da estrada de acesso à Agesa. O revólver foi encontrado com um caminhoneiro que não possuía o registro de porte de arma.

Os 16 papelotes de pasta base foram apreendidos na segunda-feira, dia 08, pelo Exército Brasileiro. Um motociclista, de 32 anos, foi flagrado numa barreira montada pelo militares na avenida General Rondon. Ao ser abordado, o motociclista não reagiu e entregou o entorpecente, alegando ser usuário de drogas e que o produto seria para uso pessoal. A Polícia Militar foi acionada e além do entorpecente, os policiais apreenderam um celular, uma quantia em dinheiro não mencionada no boletim de ocorrências e uma motocicleta.

Parcerias

A Operação conta com a parceria das Polícias Civil, Militar, Federal, Rodoviária Federal, com a Receita Federal, Ibama, Corpo de Bombeiros e Departamento de Operações na Fronteira. As ações são executadas por tropas, veículos, embarcações e aeronaves da 4ª Brigada de Cavalaria Mecanizada, localizada em Dourados/MS, da 13ª Brigada de Infantaria Motorizada, com sede em Cuiabá/MT e da 18ª Brigada de Infantaria de Fronteira, de Corumbá/MS.

Leia Também