Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Operação Aliança apreende grande quantidade de maconha paraguaia

5 FEV 10 - 02h:32
O Brasil e o Paraguai retomaram a Operação Aliança, tendo como objetivo principal o combate ao plantio de maconha na região da fronteira entre os dois países. Reiniciada no último dia 2, a ofensiva, que conta com a atuação de agentes da Polícia Federal e da Secretaria Nacional Antidrogas, começou a apresentar resultados já em seu primeiro dia, quando os policiais apreenderam cerca de duas toneladas de maconha picada. De acordo com as informações dos coordenadores da operação, somente na Zona de Cerro Ombú, próximo da cidade de Capitan Bado, no Paraguai, que faz fronteira com o município brasileiro de Coronel Sapucaia, os policiais destruíram cinco acampamentos. Foram apreendidos 360 quilos de maconha prensada, duas toneladas de maconha picada e aproximadamente 70 quilos de semente da droga. Na mesma região os participantes da Operação Aliança apreenderam também sete prensas, sendo uma hidráulica, três macacos hidráulicos e uma espingarda calibre 22, além de 20 cartuchos intactos. Dois helicópteros militares paraguaios, aproximadamente 50 homens da Secretaria Nacional Antidrogas/Forças Especiais paraguaias, assim como observadores brasileiros da Delegacia da Polícia Federal de Ponta Porã foram empregados na operação, além de diversos veículos. Os coordenadores da ofensiva estimam que o prejuízo imposto aos traficantes no primeiro dia excedeu US$ 150 mil.
Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Felpuda

Pedrinho revela que está perto de renovar contrato com o Corinthians
FUTEBOL

Pedrinho revela que está perto de renovar contrato com o Corinthians

CRISE NO PARTIDO

Bolsonaristas se dizem perseguidos no conselho de ética do PSL

DEZ MESES DEPOIS

Bombeiros localizam mais um corpo nas buscas em Brumadinho

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião