Segunda, 19 de Fevereiro de 2018

2011

Opções para a virada

31 DEZ 2010Por Thiago Andrade00h:00

A contagem regressiva para 2011 chega aos seus últimos instantes. Para fechar bem o ano que passou e começar melhor ainda este que se inicia, não faltam festa e atrações para todos os gostos. Como já é tradicional, a Avenida Fernando Corrêa da Costa receberá atrações musicais para o Réveillon. Neste ano, a animação fica por conta de Patty e Banda, Michelle e Banda e Grupo Fascínio, que levará axé e pagode para a festa. Também haverá show pirotécnico com fogos de artifício e luzes para abrir as portas para o novo ano. A festa tem início hoje e começa às 21h. O evento é promovido pela Prefeitura Municipal de Campo Grande.

Já para quem pretende visitar a Cidade do Natal, nos altos da Avenida Afonso Pena, a programação não traz nada em especial. O espaço estará aberto das 10h às 22h, sendo uma opção para levar as crianças e se deixar levar pelo clima do fim de ano. A partir das 20h, haverá show de luzes e Parada de Natal com apresentação da banda marcial. A programação vale para hoje, amanhã e domingo.
Confira outras opções para aproveitar a virada e o fim de semana no roteiro especial de Ano-Novo.

Festas
Quem não quer passar a virada em casa, pode ir para bares, clubes ou bufês. Há opções para gostos diversos. Música eletrônica, samba, pagode e até mesmo funk fazem parte da lista de estilos. Além das festas citadas, confira outras no site www.correiodoestado.com.br.
No Buffet Grand Mere acontecerá o Réveillon Branco & Prata 2011, a partir das 22h de hoje.

O evento é promovido pela Sociedade Espírita Anorran com objetivo de levantar fundos para a construção da nova sede da entidade e do Lar do Idoso e da Criança. A festa contará com animação da Escola de Samba da Vila Carvalho e DJ. O ingresso custa R$ 200, com desconto para pacotes acima de seis pessoas, e crianças entre sete e 12 anos pagam R$ 90.
Funk, vodka, cerveja e refrigerante na faixa é o que oferece o Réveillon Funk Chick, promovido na Hause Club. A atração da noite é o MC Negão e as Funkeiras e a festa tem início marcado para as 23h. Os ingressos custam R$ 30 (homem) e R$ 20 (mulher) e podem ser comprados na Planet Music e no Bebi Festas.

Na Move Club, a festa será regada a champanhe – open bar até às 3h – e música eletrônica. O ingresso custa R$ 70 (homem) e R$ 50 (mulher). O line-up conta com os DJs Milk, Bruna Moura e S. Weiller.

Com muito pagode, o grupo paulista Jeito Moleque faz a festa no Parque de Exposições Laucídio Coelho. Além da atração principal, também animam a noite o grupo Top Samba, da Capital, e o DJ Thiago Queiroz. A abertura da festa está marcada para as 23h30min. Os ingressos custam R$ 50 (pista) e R$ 110 (camarote).

Já no Miça Bar, a festa “Réveillon das Estrelas”, que chega à terceira edição, terá como atrações a banda Maracutaya e um DJ que tocará a noite inteira. Além de música, também haverá comida e bebida na faixa. Os ingressos custam R$ 200 (individual) e R$ 600 (mesa para quatro pessoas). As comemorações no bar começam às 22h.

A tradicional festa de Réveillon promovida pelo Novotel terá como atração a banda paranaense Fonte Luminosa  e oferecerá bufê completo. Os ingressos custam R$ 227, incluindo bebidas.

Escurinho do cinema
Após as badalações de fim de ano, nada melhor que pegar um cineminha e assistir a um bom filme. Com atrações para todos os gostos, o Cinemark é a principal opção para os cinéfilos da Capital. Entre as estreias nesta sexta-feira, destaca-se “Você vai conhecer o homem dos seus sonhos”, dirigido por Woody Allen. Embora não tenha sido bem recebido pela crítica especializada, o filme não é um fracasso total. Como dizem, um filme ruim do diretor americano é superior à média do que se vê normalmente. Neste drama familiar tragicômico ambientado em Londres, o diretor conta história de dois casais para tratar de temas como fracasso, ambição, ansiedades e, principalmente, a implicação ética de cada decisão.

Entrando no âmbito da ação, o filme “Incontrolável”, de Tony Scott, é uma ótima pedida. A trama é batida, com a velha história de um veículo carregado de componentes tóxicos em alta velocidade e desgovernado indo em direção a uma pequena cidade. Para impedir a tragédia, entram em cena Denzel Washington e Chris Pine que precisam correr contra o tempo e evitar a destruição. A história é baseada em fatos reais.

Para as crianças, entra em cartaz “Enrolados 3D”, que revisita a história de Rapunzel, mas ao invés da mocinha inocente, temos uma heroína independente que vai colocar o príncipe encantado em apuros. Confira os horários na página 6B. 

Para não sair do sofá
Prefere ficar em casa? Esta também é uma opção. Começar 2011 descansado, evitando ressacas e noites mal-dormidas é uma forma saudável de abrir o novo ano. Programas especiais, filmes e livros não faltam para acompanhar o feriado. Entre os destaques da telinha, a queima de fogos em Copacabana e o tradicional Show da Virada são as atrações na Rede Globo. Fãs do rei do pop, Michael Jackson, podem assistir a “This is it” na Globo, às 22h05min, no sábado. O documentário mostra os ensaios para o último show do músico que faleceu em 2009. Já quem prefere os filmes, pode assistir desde a estreia de “Missão quase impossível”, no Telecine Premium, às 21h, amanhã, ao clássico “Harry e Sally - feitos um para o outro”, às 12h30min, também no sábado.

Pensando em aproveitar o tempo livre para começar a ler um bom livro? Aqui vão três sugestões: a Companhia das Letras prossegue com o projeto de republicar todos os trabalhos da paulistana Lygia Fagundes Telles e lança “A disciplina do amor”, publicado pela primeira vez em 1980. Quem conhece o estilo da escritora, sabe que não há como se decepcionar.

A editora Cosac Naify, conhecida por suas edições bem acabadas e ótimas traduções, publicou “Os embaixadores”, de Henry James, até hoje inédita em português. O drama banal de Louis Lambert Strether, o escritor nova-iorquino encontra a narrativa perfeita para fazer a passagem entre o romance realista e a estética modernista. Também pela editora, o lançamento de “Sartoris” continua o projeto de publicação das obras de William Faulkner, escritor estadunidense que foi Nobel de Literatura de 1949. Pela primeira vez o condado fictício de Yoknapatawpha (Terra Arruinada) surge como palco dos acontecimentos e abre as portas para os melhores trabalhos do autor.

Leia Também