Quinta, 22 de Fevereiro de 2018

OBRAS

Onze mil quilômetros de rodovias estaduais serão recuperadas

26 FEV 2011Por NOTÍCIA MS11h:21

O governo do Estado vai recuperar 11 mil quilômetros de rodovias estaduais, não pavimentadas, para escoamento da safra e produtos agropecuários nas 11 regiões produtoras de Mato Grosso do Sul. O serviço teve início, esta semana, com 22 frentes de trabalho da Secretaria de Obras Públicas e de Transporte (Seop), envolvendo 210 pessoas e 170 equipamentos, entre máquinas e caminhões.

As equipes vão atuar nas regiões da Grande Dourados, Maracaju, Ponta Porã, Amambai, Capão Seco, Costa Rica, Chapadão do Sul, Bandeirantes, São Gabriel do Oeste, Sonora e Jardim. De acordo com o titular da SEOP, Wilson Cabral Tavares, o governador André Puccinelli priorizou as rodovias nas principais regiões produtoras para garantir o escoamento da safra, que deve ter incremento de 5% este ano. Além de grãos, as regiões se destacam pela produção de suínos e bovinos.

Segundo Cabral as 17 regionais da Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos (Agesul), ligada a SEOP, foram mobilizadas para o trabalho de manutenção das vias não pavimentadas. As pontes de madeira nos trechos de abrangência, que necessitam de reparo, também serão restauradas. O trabalho de recuperação das estradas estaduais tem custo mensal de R$ 9 milhões para manutenção de 11 mil quilômetros de rodovias não pavimentadas, 4.100 quilômetros de estradas asfaltadas e 1.030 pontes de madeiras.

Além de recuperar as rodovias estaduais, o Executivo também mantém convênio com os municípios para concessão de equipamentos utilizados na conservação e manutenção de estradas vicinais. Tacuru, Paranhos, Amambai, Porto Murtinho, Aquidauana, Guia Lopes da Laguna, Camapuã e Sete Quedas tiveram os convênios prorrogados por mais 12 meses. O edital foi publicado na terça-feira (22) no Diário Oficial do Estado.

Safra

Conforme estimativa da Secretaria de Produção do Estado (Seprotur) este ano a safra de grãos será 5% maior que em 2010. A previsão para colheita de arroz, feijão, girassol, milho, soja, sorgo, aveia branca, canola e trigo é de 10 milhões e 43 mil toneladas. Também devem ser colhidas 226 mil toneladas de algodão em caroço.

Leia Também