Quinta, 22 de Fevereiro de 2018

CAMPEONATO BRASILEIRO

Olímpico traz boas recordações ao Cruzeiro

15 OUT 2010Por Lancenet17h:00

A decisão do primeiro lugar do returno do Campeonato Brasileiro em Porto Alegre não siginifica que o time da casa poderá levar alguma vantagem por ser o mandante. Jogar no Olímpico remonta boas recordações ao Cruzeiro e a alguns jogadores que participarão do duelo. O LANCE!NET mostra cinco motivos que podem favorecer o triunfo celeste sobre o Grêmio.

O primeiro deles está diretamente ligado ao poder de fogo da Raposa. O time tem a defesa menos vazada do Campeonato como ponto de destaque, mas o goleador cruzeirense também poderá fazer a diferença no ataque.

Wellington Paulista marcou três gols nos dois últimos jogos do Cruzeiro no estádio gremista. O camisa 9 deixou sua marca duas vezes na semifinal da Libertadores e anotou um gol na derrota cruzeirense no ano passado no Brasileirão.

- Fiz gols contra o Grêmio nos jogos passados e espero poder conseguir marcar de novo - disse o atacante.

Para abastacer os atacantes, o técnico Cuca tem Montillo. Ele, porém, é dúvida para o jogo. Se o argentino não jogar, Roger é uma opção para vestir a camisa 10. A favor do retrospecto do meia no Olímpico são quatro gols em cinco jogos disputados pelo Grêmio no Brasileirão de 2008.

- Sei o quanto é difícil o Grêmio ser batido em seus domínios, mas a gente tem que ir lá com a intenção de vencer porque o nosso desejo é ser campeão e quanto mais vitórias conseguirmos nos próximos jogos, melhor será - comentou o meia.

Triunfos que são quatro do Cruzeiro na história do confronto no Olímpico em 16 partidas válidas pelo Brasileirão. A despeito de as vitórias representarem apenas um quarto do total de duelos, o resultado mais comum entre os times foi o empate: sete no total.

O melhor visitante da competição tentará repetir no domingo resultados históricos que já proporcionaram títulos, como aconteceu na Libertadores de 1997.

- Estamos no caminho certo, mas esse caminho ainda será muito árduo. Cabeça erguida, um olhando no olho do outro, sabendo que, mesmo com tropeços, um confia no outro e tem no companheiro um exemplo. Somente assim vamos passar por esse caminho cheio de armadilhas. Todo mundo de mãos dadas para que consigamos esse objetivo maior no ano - avisou Roger.
 

Leia Também