Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Sidrolândia

Olarias que retiravam argila do solo sem autorização são fechadas

2 AGO 12 - 10h:00DA REDAÇÃO

Policiais Militares Ambientais de Campo Grande (MS), em fiscalização próximo ao Distrito de Anhanduí em Sidrolândia (MS), fecharam ontem (01), duas olarias que funcionavam sem autorização ambiental. As atividades aconteciam na chácara Porteira.

O local de onde estava sendo retirada a argila abastecia as duas olarias e mais outra, do mesmo proprietário, que funcionava no Distrito de Anhanduí, já havia sido fechada pela PMA no sábado (28 de julho) e autuada em R$ 50 mil, por funcionar descumprindo o embargo. A retirada causava grande degradação ambiental da área, inclusive, afetando área de preservação permanente (APP) de um córrego no local.

As atividades foram paralisadas e o proprietário foi notificado a apresentar projeto de recuperação da área degradada, junto ao órgão ambiental. O proprietário das empresas, residente na chácara Porteira, foi autuado administrativamente e multado em R$ 20 mil. Ele também responderá por crime de funcionar atividade potencialmente poluidora sem autorização e, se condenado, poderá pegar pena de 03 meses a 01 ano de detenção e ainda por crime de destruir área de preservação permanente. Por este crime, ele poderá pegar pena de 01 a 03 anos de detenção

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

AUXÍLIO MOÇAMBIQUE

FMI concede empréstimo emergencial de US$ 118 milhões

MANIFESTAÇÃO VENEZUELA

Opositores de Maduro preparam protestos para 1º de maio

CORREIO DO ESTADO

Confira o editorial de sábado e domingo: "Expectativas em excesso"

ARTIGO

Frei Venildo Trevisan: "Páscoa "

Mais Lidas