Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Oferta de asilo à iraniana condenada à morte por apedrejamento vira tema de campanha eleitoral

18 AGO 10 - 03h:45
     A oferta de asilo à viúva iraniana, condenada à morte por apedrejamento, virou tema da campanha eleitoral. Depois de assumir a defesa da mulher e criticar o governo do Irã, o candidato à Presidência da República, José Serra, pela coligação O Brasil Pode Mais (PSDB, DEM, PPS, PTB e PT do B), pediu ontem (17) que a candidata do PT, Dilma Rousseff, se manifeste sobre o assunto. Segundo Serra, a relação do Brasil com o Irã não agrada à população brasileira.
                        
                        Para Serra, as últimas críticas de integrantes do governo à posição assumida pelo o Irã tem ?interesse eleitoral?. ?Para mim tem um interesse eleitoral?, disse o candidato tucano, ao ser perguntado sobre as críticas do ministro dos Direitos Humanos, Paulo Vannuchi, que ontem (16) chamou o presidente iraniano, Mahmoud Ahmadinejad de ?ditador? e criticou a forma como o governo do presidente Lula trata o caso da iraniana.
                        
                        ?Ele [Vannuchi] tinha que explicar porque o governo disse que tinha carinho e amizade pelo [Mahmoud] Ahmadinejad. Eu acho que isso é puramente eleitoral. Nunca duvido das posições pessoais do Paulo Vannuchi. O fato é que o Brasil manifestou durante todo esse tempo carinho, amizade e confiança pelo Irã?, disse.
                        
                        O candidato afirmou que Dilma também deve se manifestar sobre a situação da viúva Sakineh Mohammadi Ashtiani, de 43 anos, acusada de adultério e posteriormente de assassinato. Mãe de dois filhos, ela e a família negam as acusações. Serra afirmou que o eleitor não aprova a relação do Brasil com o Irã.
                        
                        ?Como isso pega mal para a opinião pública, e nós estamos numa eleição, convém não confundir de novo a opinião pública. Tem que perguntar pro Vannuchi sobre Cuba, ele não falou sobre Cuba. Aliás, ela [Dilma] é quem tem que explicar porque nunca reclamou do Irã. Agora [para o governo Lula] o Irã é uma ditadura. Ela nunca disse uma palavrinha áspera com relação àquela ditadura fascista e feroz?, afirmou Serra.
                        
                        Depois de fazer uma série de críticas ao governo federal e à candidata petista, Serra não quis responder a perguntas sobre a propaganda eleitoral e às pesquisas de opinião. Segundo ele, é para evitar que a campanha eleitoral se transforme em ?tititi? e ?bastidores?. ?Se a gente não toma cuidado, a campanha eleitoral vira bastidores e 'tititi'?, disse o candidato do PSDB.
                        
                        José Serra participou ontem do 20º Congresso Nacional das Santas Casas e Hospitais Filantrópicos, em Brasília, organizado pela Confederação das Santas Casas de Misericórdia, Hospitais e Entidades Filantrópicas (CMB).
                        
                        Anteriormente, Serra reclamou que pelo menos sete projetos apresentados por ele, ao longo da campanha eleitoral, foram ?copiados? por Dilma, entre eles, o Mãe Paulistana. Segundo Serra, é ?normal? um político pegar o exemplo de programas que dão certo e adotar. Mas ele se queixou de não haver ?respeito ao direito autoral?. ?Se eleito presidente, não faria uma lei proibindo cópias?, brincou o candidato. ?Mas ficaria mais elegante dar o crédito sobre a autoria?, completou.

 

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Embaixada russa 'troca' Bolsonaro por Temer em post sobre Brics
GAFE

Embaixada russa 'troca' Bolsonaro por Temer em post sobre Brics

STF

Toffoli nega recurso de Aras e amplia pedido de acesso a dados do antigo Coaf

Com hexa garantido, Hamilton quer ser 'mais agressivo' no GP do Brasil
FÓRMULA 1

Com hexa garantido, Hamilton quer ser 'mais agressivo' no GP do Brasil

Ultrapassagem indevida é a infração mais cometida no feriado
APRESSADOS

Ultrapassagem indevida é a infração mais cometida no feriado

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião