Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

Observadores angolanos acompanham eleições no Brasil

Observadores angolanos acompanham eleições no Brasil
05/10/2008 08:25 -


     

        Da Redação
        

        
        

        Observadores do governo de Angola estão no Rio Grande do Sul para acompanhar o andamento das eleições municipais, que acontecem neste domingo (5) em todo o país. Segundo o Diretor Nacional de Eleições do governo angolano, Paulo Soma, o objetivo é ganhar experiência, já que em Angola ainda não há eleições locais.

        "Viemos ver como vocês organizam as eleições, porque temos boas referências do seu sistema", afirma. Em Angola, os governadores provinciais e os administradores municipais são nomeados pelo governo federal. Apenas os deputados federais e o presidente da República são eleitos pelo povo.

        Paulo Soma disse que a organização do pleito e a contagem dos votos são realizadas pela Comissão Nacional Eleitoral Angolano, formada por representantes dos partidos políticos. Já o cadastramento dos eleitores é feito pelo governo.

        Soma também informou que Angola, com cerca de 8,2 milhões de eleitores, realizará eleições municipais dentro de dois anos.

        Além do Rio Grande do Sul, outras equipes de observadores do governo angolano estão nos estados de São Paulo e Minas Gerais.

        
        

        Fonte: Agência Estado

Felpuda


Paixão política que extrapola o bom senso, chega nas redes sociais e se transforma em baixaria pode resultar em prejuízo no bolso. Isso foi o que aconteceu com autor de texto nada elogioso contra colega por diferenças em apoio a candidatos nas eleições de 2016. O dito-cujo foi condenado a pagar indenização de R$ 7 mil, com correção monetária e juros mensais a partir da publicação da sentença, além dos honorários advocatícios. Detalhe: os adversários daquela época hoje andam de braços dados. Pode?