Sábado, 24 de Fevereiro de 2018

TRAUMA

Obras de hospital entram em nova etapa

28 NOV 2010Por DANIELLA ARRUDA03h:40

Após cinco meses de trabalho, dedicado exclusivamente à limpeza interna, avaliação e recuperação de estrutura, além da demolição e construção de paredes, obras do Hospital do Trauma entram agora em nova etapa, a definição dos projetos complementares que vão nortear o novo conceito de uso do prédio. Conforme informações do secretário municipal de Infraestrutura, Transporte e Habitação, João Antônio De Marco, na semana passada foi realizada a primeira reunião de trabalho entre os arquitetos responsáveis pelo projeto do Hospital do Trauma e profissionais da área de saúde da Secretaria Municipal de Saúde (Sesau) e Santa Casa. "Em função dessas definições (dos projetos complementares), faz-se os projetos executivos que então serão entregues para a empresa responsável executar", explicou.

Após quase dois anos de negociação — que incluíram diversas viagens do prefeito Nelsinho Trad a Brasília na tentativa de "destravar" o projeto e extensa adequação documental e jurídica, visando mudar o uso do prédio, até então projetado para construção de uma maternidade e com as obras paralisadas há quase uma década —, obras do Hospital do Trauma foram lançadas em novembro do ano passado durante visita do ministro da Saúde, José Gomes Temporão ao Estado. Os trabalhos foram iniciados em junho deste ano e numa primeira etapa, as frentes de trabalho concentraram-se no interior do prédio. Além dos serviços de limpeza, houve substituição de partes da alvenaria degradada pela ação do tempo e de materiais que não são mais aceitos pelas normas atuais, além da construção das tubulações elétrica, hidráulica e de gás. Paredes antigas foram demolidas e novas foram erguidas para atender às exigências do projeto atual.

Orçada em R$ 17 milhões, a obra do Hospital do Trauma tem previsão de entrega para 21 de dezembro de 2012. Além de dispor de 38 leitos de enfermaria, a instituição terá seis salas de cirurgia e 12 leitos no seu CTI (Centro de Tratamento Intensivo), oferecendo as especialidades médicas de ortopedia, neurocirurgia, cirurgia torácica, cirurgia bucomaxilofacial e cirurgias gerais relacionadas a trauma. Também poderão ser realizados dentro do próprio hospital exames como tomografia e ressonância magnética, através de convênio a ser estabelecido com laboratório da Capital. Uma passarela interligará o Hospital do Trauma à Santa Casa, facilitando o intercâmbio das atividades.

Leia Também