Quarta, 21 de Fevereiro de 2018

PAC

Obras com recursos do PAC Social devem começar na metade de 2011

8 DEZ 2010Por DANIELLA ARRUDA03h:45

Obras para Campo Grande que foram incluídas no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) Social devem ser iniciadas no fim do primeiro semestre de 2011, conforme cronograma preliminar repassado ontem pela Prefeitura da Capital. A definição dos prazos para lançamento das licitações ainda dependem da tramitação dos projetos pela Caixa Econômica Federal. “Aguardamos a Caixa ser comunicada de modo oficial pelo governo federal e solicitar a entrega dos projetos. Os de Campo Grande já estão todos prontos e aguardando esse chamado. Eles são analisados pelos técnicos da Caixa e uma vez aprovados, é autorizada a abertura das licitações”, explicou o secretário municipal de Governo e Relações Institucionais, Rodrigo Aquino.

Ao todo, Campo Grande teve incluídas no PAC Social 29 obras no valor de R$ 33,5 milhões, enquanto na segunda fase do PAC (de infraestrutura), foram aprovados dois macroprojetos de urbanização, drenagem e habitação que totalizam R$ 185,3 milhões.

Saúde
Conforme relação divulgada anteontem em Brasília, serão contemplados com a construção de 12 unidades básicas de saúde da família (UBSFs) na Capital, ao custo de R$ 400 mil por unidade, os bairros Sírio Libanês, Ana Maria do Couto, Nossa Senhora das Graças/ Jardim Azaléia / Jardim Fluminense, Zé Pereira, Rita Vieira/ Cristo Redentor, São Benedito/ Recanto Gaúcho, Paulo Coelho Machado, Vila Cox/ Santa Luzia, Aero Rancho, Arnaldo Estêvão de Figueiredo, Vila Fernanda (onde estão sendo edificadas 860 casas do Programa Minha Casa, Minha Vida) e Jardim Presidente.

UPAs
Com os recursos do PAC Social, a prefeitura vai construir ainda duas unidades de pronto atendimento 24 horas (UPAs) no Jardim da Lapa e no Bairro Santa Mônica, ao custo total de R$ 5,2 milhões.  A primeira contribuirá para desafogar o atendimento do Centro de Saúde 24 horas do Bairro Guanandy, atualmente operando no limite, e a outra torna-se referência estratégica, ao propiciar atendimento 24 horas para uma região que onde esse serviço ainda não existia.

“Na saída para São Paulo, temos a UPA do Universitário, que será inaugurada em março do ano que vem, e na saída para Cuiabá, as unidades do Nova Bahia e Coronel Antonino. Esta nova UPA vai dar suporte para a região de saída para Aquidauana e Terenos, o próprio aeroporto de Campo Grande, que hoje não dispõe desse tipo de assistência, além de contribuir para reduzir o tempo resposta no atendimento de acidentes na rodovia (BR-262)”, avalia o secretário municipal de Saúde, Leandro Martins.

Praças e creches
Dentre os projetos para construção de praças poliesportivas encaminhados pela prefeitura, dois foram aprovados para inclusão no PAC Social, custando R$ 3,3 milhões cada um, e vão beneficiar os bairros Jardim Noroeste e Dom Antônio Barbosa/ Parque do Sol. Com área total de 7 mil metros quadrados, os dois espaços públicos terão biblioteca, telecentros, cineteatro com capacidade para 60 lugares, quadra coberta, pista de skate, jogos de mesa, espaço infantil, sala multiuso, área de ginástica, centro de atividades, pista de caminhada e banheiros.

Já a localização dos 13 centros de educação infantil não foi divulgada.

Leia Também