Sexta, 23 de Fevereiro de 2018

Obra da Orla Ferroviária começará ainda neste ano

18 SET 2010Por 07h:18

anahi zurutuza

Ainda este ano a Prefeitura de Campo Grande dá início às obras da Orla Ferroviária. Ontem, foi publicado no Diário Oficial do Município (Diogrande) o aviso de abertura da licitação para contratar empresa que executará o projeto. Em no máximo 45 dias, de acordo com o secretário municipal de Infraestrutura, Transporte e Habitação, João Antônio De Marco, a prefeitura deve divulgar o resultado da concorrência pública. Depois disso, o processo de licitação tem de passar por aprovação de comissão do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), o financiador do projeto. “Se tudo transcorrer nos prazos previstos, no fim do ano, o prefeito deve assinar a ordem de serviço autorizando o início dos trabalhos”, explica.
Conforme o edital publicado no Diogrande, a partir da assinatura da ordem de serviço, a empreiteira contratada terá uma ano para concluir as obras. O projeto consiste em revitalizar o corredor dos trilhos da antiga estrada de ferro em cada quarteirão compreendido entre as avenida Afonso Pena e a Mato Grosso, desde a Morada dos Baís até a Estação Ferroviária. Conforme o edital, serão utilizados recursos provenientes do empréstimo no valor total de R$ 19 milhões que o município contratou para custear o Programa de Desenvolvimento Integrado de Campo Grande.
Ao longo dos cerca de 900 metros correspondentes a área remanescente da ferrovia, a prefeitura vai construir calçadões, onde serão instalados quiosques, equipamentos de ginástica e pequenas praças, além da parte de paisagismo e arborização. “Será um ambiente de lazer”, explica o secretário. A ideia é homenagear comunidades imigrantes que se fixaram em Campo Grande. Para tanto, também serão construídos monumentos alusivos à cultura japonesa, árabe, portuguesa, espanhola, entre outras.
A administração municipal tem, ainda, projeto para construir no local uma praça de alimentação ao ar livre, para onde seriam transferidos os trailers de lanches, que, hoje, funcionam nos canteiros centrais da Avenida Afonso Pena.

Licitação
De acordo com o edital, as empresas interessadas no projeto deverão apresentar propostas para execução de obras de infraestrutura urbana viária com drenagem, pavimentação, calçada, rede de distribuição de água, rede coletora de esgoto, irrigação, paisagismo, equipamentos urbanos e instalações elétricas.
A pasta contendo todos os detalhes do projeto pode ser adquirida pelo valor de R$ 200 e deve ser retirado na Secretaria Municipal de Infraestrutura, Transporte e Habitação (Seintrha), localizada na saída para São Paulo, na BR-163. As propostas devem ser entregues à Comissão Especial de Licitação, no Paço Municipal, às 8h do dia 20 de outubro.

Leia Também