Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, terça, 18 de dezembro de 2018

CONSELHO DE SEGURANÇA

Obama vai apoiar o Brasil na vaga da ONU

19 MAR 2011Por estadão11h:04

O Brasil vai obter o apoio americano à sua pretensão de uma vaga no Conselho de Segurança das Nações Unidas, semelhante ao dado por Barack Obama a Índia em novembro do ano passado.

A declaração final conjunta da visita, negociada entre os dois países, prevê a declaração de apoio nos mesmos termos. A informação obtida pelo Estado é que até mesmo o texto da declaração de Obama na Índia foi consultado para que o vocabulário seja o mais próximo possível.

Na Índia, Obama afirmou que a "justa e sustentável ordem internacional que a América busca inclui uma Nações Unidas eficiente, efetiva, crível e legítima. Por isso eu posso dizer hoje que nos anos que se seguirem eu espero ver um Conselho de Segurança reformado que inclui a Índia como um membro permanente".

O Brasil pouco esperava nesse sentido da visita de Obama. A expectativa era de uma declaração de "visões coincidentes" e "interesses mútuos". Esta semana, o chanceler brasileiro, Antonio de Aguiar Patriota, chegou a afirmar que o apoio americano, apesar de esperado e bem-vindo, não era essencial e nem uma "panaceia". A decisão de Obama, no entanto, evoluiu nas últimas horas.

Fontes ouvidas pelo Estado ressaltam que as declarações sempre podem mudar até o último minuto, mas as intenções americanas são claras até o momento.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também