Terça, 20 de Fevereiro de 2018

EUA

Obama perde na Câmara, mas mantém Senado

3 NOV 2010Por Estadão10h:01

O Partido Democrata, do presidente Barack Obama, perdeu a maioria na Câmara dos Representantes (equivalente à Câmara dos Deputados) nas eleições da terça-feira, 2. Segundo os resultados parciais, o Partido Republicano conquistou mais de 39 cadeiras na Câmara dos Representantes, que antes estavam com os democratas, ganhando assim o controle da casa.

O líder da Câmara também mudou com a ascensão dos republicanos. O deputado republicano eleito em Ohio John Boehner assume o posto de presidente da casa no lugar da democrata Nancy Pelosi. Boehner recebeu uma ligação de Obama após o anúncio dos resultados, na qual o democrata pediu cooperação para o republicano.

Obama também telefonou para outros líderes democratas e republicanos do Congresso e expressou a estes últimos sua disposição a colaborar com eles, após o triunfo até agora da oposição nas eleições legislativas.

A Casa Branca disse que Obama falou com Nancy e com o líder da maioria democrata, Steny Hoyer, assim como com os líderes das minorias republicanas na Câmara e no Senado. Obama disse que espera "colaborar para encontrar terreno comum, avançar o país e ajudar o povo americano".

Pelosi foi primeira mulher a ocupar o cargo. Os republicanos prometeram que com Boehner reverterão a reforma da saúde aprovada por Obama e vão iniciar cortes de impostos que, segundo eles, ajudarão a reduzir o déficit e impulsionar o crescimento.

No Senado, que renovou 37 de suas 100 cadeiras, os republicanos arrebataram por enquanto os assentos dos democratas em Indiana, Dakota do Norte, Arkansas e Wisconsin. Os conservadores precisavam de mais dez lugares para assumir o controle da casa, mas os democratas conseguiram manter a maioria. A corrente ultradireitista Tea Party emplacou dois representantes no Senado.

Leia Também